Conteúdo por Gazeta Esportiva

Dupla da Seleção volta ao Corinthians e minimiza não ter jogado na Copa América

A dupla que representou o Corinthians na Copa América está de volta ao clube. O goleiro Cássio e o lateral direito Fagner se apresentaram no CT Joaquim Grava depois da conquista com a Seleção Brasileira e chegaram com um discurso afinado a respeito da participação no título. Mesmo sem entrar em campo por um minuto sequer, ambos exaltaram a presença no grupo que levantou o nono troféu brasileiro na competição.

“Acho que é legal, a gente nem tem essa vaidade. Estamos entre os 23 jogadores da Seleção, me sinto tão campeão quanto os outros. Fomos campeões por isso também, o respeito por quem estava jogando sempre foi o mesmo”, disse o goleiro Cássio, que já havia passado por essa experiência na Copa do Mundo. Daquela vez, porém, sem título.

“Saímos muito felizes, contentes, com vontade de ajudar o clube aqui. Só tem coisas boas para agradecer, nos dedicamos ao máximo, tentamos treinar, se esforçar, fazer o melhor para ajudar o grupo”, continuou. Apenas a dupla e o goleiro Ederson não entraram em jogos oficiais.

O cenário, aliás, foi bem diferente para Fagner com relação à Copa. Reserva de Daniel Alves, eleito o melhor jogador da disputa, ele havia sido titular em quatro dos cinco jogos do Brasil no Mundial. Dessa vez do banco de reservas, ele acredita ter contribuído de outras formas.

“O Cássio falou bem, o fato de não existir vaidade, o fato de fazer parte de um grupo vencedor, você sabe o quanto é difícil estar ali representando o seu país. Sabemos o quanto é importante no dia a dos treinamentos. Conseguimos contribuir da melhor forma possível”, avaliou, mudando a agora a cabeça para o Campeonato Brasileiro.

“Nos sentimos campeões tanto quanto qualquer outro. Agora é virar a chave. Título importante, a partir de agora é tentar ajudar o Corinthians da melhor forma”, concluiu o defensor, que reencontra o Alvinegro na 10ª colocação do torneio, com 12 pontos conquistados.

Futebol