Duplas masculinas vencem estreia e Brasil segue 100% no Mundial de Vôlei de Praia

O vôlei de praia do Brasil continua com uma campanha perfeita no Mundial da modalidade, que está sendo disputado na cidade de Hamburgo, na Alemanha. Depois de seis vitórias em seis jogos – quatro na chave feminina e duas na masculina – na sexta-feira, neste sábado quem começou bem a competição foram as duplas formadas por Evandro/Bruno Schmidt e André Stein/George.

Evandro e Bruno Schmidt enfrentaram pelo Grupo I os australianos Durant/Schumann e começaram tendo dificuldades, especialmente pelo número de contra-ataques dos rivais. Aos poucos, porém, o time brasileiro entrou na partida e conseguiu levar o jogo ao tie-break, brigando ponto a ponto para vencer de virada por 2 sets a 1 (19/21, 21/15 e 18/16).

Bruno Schmidt analisou a estreia que exigiu total concentração e calma para a virada no placar. “Sempre converso sobre isso com Evandro, gosto de ter jogos como esse que tivemos, difíceis, com virada de placar, especialmente no início de torneios. Já nos coloca totalmente alertas, em ‘ponto de bala’. O Mundial é diferente, um jogo por dia, mais descanso, então proporciona mais surpresas. Tivemos muita cabeça forte para ter match point contra e conseguir virar. Evandro novamente foi excelente no saque, conseguiu nos colocar no jogo”, disse.

Evandro e Bruno Schmidt voltam à quadra agora nesta segunda-feira contra os venezuelanos Tigrito/Charly, que na estreia foram superados pelos espanhóis Herrera e Gavira.

André Stein e George não precisaram virar o placar, mas tiveram que mudar a rota entre o segundo set e o tie-break. Eles superaram na estreia os austríacos Seidl e Waller por 2 sets a 1 (21/19, 13/21 e 16/14).

“Já enfrentamos os austríacos outras vezes, eles disputaram até uma etapa do Circuito Brasileiro, são bastante conhecidos dos times brasileiros. São dois atletas de muita velocidade, um pouco mais baixos, o que torna a forma de jogo um pouco diferente. Eles sempre dificultam, mas acreditamos o tempo inteiro, fez a diferença na reta final”, destacou André Stein.

A dupla brasileira entra em quadra novamente já neste domingo contra os moçambicanos Soares e Nguvo, que na estreia foram superados sem dificuldade pelos italianos vice-campeões olímpicos Nicolai e Lupo.

Na sexta-feira, Alison/Álvaro Filho e Pedro Solberg/Vitor Felipe, no masculino, e Ágatha/Duda, Ana Patrícia/Rebecca, Carol Solberg/Maria Elisa e Fernanda Berti/Bárbara Seixas, no feminino, já haviam largado com vitória. O Brasil é o maior vencedor de Mundiais e busca manter a hegemonia no torneio.

Mais conteúdo sobre

Vôlei