Eduardo Fischer é anunciado como novo diretor de natação da CBDA

Eduardo Fischer é o novo diretor de Natação do CBDA (Foto: Divulgação/CBDA)
Eduardo Fischer é o novo diretor de Natação do CBDA (Foto: Divulgação/CBDA)

Eduardo Fischer é o novo diretor de Natação da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos. Atleta olímpico, medalhista em Mundial e formado em direito, ele assume o cargo a convite do presidente da CBDA, Miguel Carlos Cagnoni. Até então, Fischer era o coordenador de Natação da região Sul na Confederação.

– É uma função muito importante dentro da CBDA e vai ser um desafio muito grande. Sempre batalhei e argumentei contra a gestão passada sobre o que eu acreditava que era feito de maneira equivocada por pessoas que, talvez, não estavam tão capacitadas. Sempre tentei fazer com que os atletas tivessem mais proximidade com a Confederação e agora eu, um ex-atleta, tenho a possibilidade de atuar em prol do meu esporte – disse.

Porém antes de anunciar o novo diretor houve um confronto entre o anterior. De acordo com o blog Olhar Olímpico, o ex-diretor, Cordani, que saiu no mês passado, teve embates com o presidente sobre um pagamento, que supostamente, Miguel Cagnoni teria feito a uma pessoa com quem o cartola tem relação pessoal. Além disso, queria mudar de patamar, porém foi impedido.

– Lutei para publicação irrestrita de salários, balancetes e contratos. Não tive sucesso em nenhuma dessas lutas. Mas o pior foi descobrir que nem mesmo eu, diretor geral de esportes, podia ter essas informações – reclamou ao Blog.

Deste modo, Cordani pediu uma reunião junto ao presidente para apresentar uma carta de renúncia. Ele estava insatisfeito com àquela situação que muito tempo durou.

– No momento em que eu estou emprestando a minha credibilidade para essa gestão, e as informações me são negadas, eu me perguntei se valia a pena continuar. E avaliei que não valia – disse.

O presidente da CBDA, Miguel Cagnoni, desejou boa sorte ao novo diretor de Natação. Ele acredita que o sucesso pode vir, já que teve bom desempenho em sua carreira de atleta.

– O Fischer teve uma carreira gloriosa como nadador e, mais do que isso, é um profissional que sempre lutou para que o esporte melhorasse. Por isso acredito que ele possa fazer um ótimo trabalho na CBDA e desejo toda sorte do mundo ao nosso novo diretor – explicou o presidente.

Fischer foi recordista sul-americano no nado peito, medalhista no Mundial de 2002, em Moscou, além de ter duas medalhas em Jogos Pan-Americanos (100m peito e 4x100m medley). Agora ele assume o cargo de executivo da modalidade onde teve sucesso durante toda a sua carreira.

Mais conteúdo sobre

Esporte