Em apresentação, Rafinha se diz 100% fisicamente e Hygor assume responsabilidade no Juventude

Foto: Marcelo Casagrande/Agência RBS
Foto: Marcelo Casagrande/Agência RBS

Além da chegada do novo treinador Luis Carlos Winck, o Juventude apresentou nessa semana dois reforços para o setor ofensivo.

Rafinha, jogador com bastante experiência no futebol gaúcho e com passagem destacada pelo Ypiranga no primeiro semestre de 2018, e o atacante Hygor, que chega a equipe de Caxias em negociação onde o volante Jair foi para o Sport, antiga equipe do avante de 26 anos de idade.

Com seus cinco gols em 16 jogos feitos no clube de Erechim pensando apenas na Série C do Campeonato Brasileiro, Rafinha, também de 26 anos natural de São Leopoldo chamou a atenção do Papo.

E, no que depender dele, a equipe pode começar a se animar pensando em uma melhora na tabela de classificação da Série B. Como vinha atuando até o último dia 11 de agosto, Rafinha se diz bem fisicamente e pronto para ajudar os seus novos companheiros:

– É um momento importante na minha carreira, tive uma boa recepção do grupo e da direção. Vamos trabalhar para brigar na parte de cima da tabela, onde o Juventude merece estar. Fisicamente eu estou 100% e o torcedor pode esperar muita dedicação e muito trabalho.

Nas palavras de Hygor, ele descartou qualquer comparação com Tiago Marques, centroavante que fez muito bem a função no Juventude em 2017 e deixou saudade nos torcedores. Porém, ele reconhece que o nível de responsabilidade é o mesmo:

– É uma responsabilidade muito grande. É complicado me comparar com o Tiago pois as características são diferentes. Ele gosta de jogar mais centralizado e eu um pouco mais pelas beiradas. Mas a responsabilidade é a mesma de fazer os gols. Essa é minha função.

Mais conteúdo sobre

Esporte