Conteúdo por Gazeta Esportiva

Em meio a tragédias: onde está Andrei Girotto, herói pelo Palmeiras contra o Inter em 2015

Atualizado

Andrei Girotto jogou apenas um ano pelo Palmeiras, mas foi o suficiente para o jogador ficar marcado na história do clube e na memória dos palestrinos. Em 2015, foi dele o gol que salvou o Verdão de ser eliminado pelo Internacional, nas quartas de final da Copa do Brasil que terminou com título alviverde. Quatro anos depois, os dois clubes se enfrentam pela mesma fase da competição, e a Gazeta Esportiva mostra a trajetória do volante, que enfrentou duas tragédias no futebol desde então.

Mesmo com o título conquistado em 2015 e o gol decisivo marcado contra o Inter, Andrei Girotto não caiu nas graças da torcida e comissão técnica e se transferiu na temporada seguinte para o Kyoto Sanga, do Japão. Mais uma vez, ficou apenas uma temporada no clube e em 2017 viveu de perto seu primeiro drama.

Após a tragédia com a Chapecoense, que vitimou 71 pessoas, sendo quase todo o elenco da equipe catarinense, o volante foi um dos contratados para reconstruir o time, que viveu luto em praticamente todo o ano. Destaque no Verdão do Oeste na difícil temporada, Girotto se transferiu para o Nantes em 2018.

No clube francês, o início foi difícil com o técnico português Miguel Cardoso. Depois, a equipe engrenou bons resultados e o volante foi titular sob o comando de Vahid Halihodvic, mas quando tudo parecia caminhar bem, Andrei viu de novo a tragédia de perto: o argentino Emiliano Sala, astro da equipe, morreu em um acidente aéreo quando viajava para Carfiff, País de Gales, onde o atacante iria atuar após ser vendido.

Em meio aos problemas, porém, Andrei Girotto se diz feliz na França, onde já marcou três gols, mas certamente nenhum tão importante quanto aquele de quatro anos atrás. “Estou muito feliz aqui. Estamos conseguindo assimilar bem tudo que o nosso treinador está pedindo para a gente e os resultados estão vindo dentro de campo, o que nos deixa satisfeitos”.

Futebol