Conteúdo por Gazeta Esportiva

Emerson Cris destacou “vontade” no empate contra o Grêmio

A Chapecoense passa por um momento delicado no Campeonato Brasileiro. Há duas semanas, sob o comando de Ney Franco, o time completou seis jogos sem vencer. Depois da goleada sofrida contra o São Paulo, Emerson Cris assumiu interinamente a equipe e acredita que o “DNA da Chapecoense” está em processo de recuperação.

“Nós somos um time de muita disposição, vontade e organização. Enfrentamos um adversário muito forte, um dos melhores da América, um dos maiores treinadores da América também. Claro que sempre queremos a vitória, tivemos ela em nossas mãos, mas tenho que exaltar o espírito de entrega de todos”, elogiou o técnico após o empate contra o Grêmio.

Com a suspensão de Everaldo, Arthur Gomes é a esperança de gols contra o Ceará (Foto: Reprodução/Twitter)

Desde que assumiu o time, Emerson Cris somou dois dos seis pontos possíveis. Apesar do interino ter conseguido arrumar o sistema defensivo, o Verdão do Oeste ainda tem dificuldade para criar jogadas. “Estou trabalhando, sou funcionário da Chapecoense e estou fazendo o que posso. Tenho recebido muito apoio. Isso me deixa feliz. Vamos um passo de cada vez, vamos com calma”, pontuou.

A equipe de Chapecó terá uma baixa importante para enfrentar o Ceará, no sábado, às 17h (de Brasília), pela 14ª rodada do Brasileirão. Everaldo, artilheiro da Chape na temporada com 13 gols, recebeu o terceiro amarelo contra o Grêmio e não será relacionado.