Conteúdo por Gazeta Esportiva

Entenda por que o Santos aceitou a troca entre Victor Ferraz e Madson

Victor Ferraz pediu para sair após cinco anos e meio no Santos (Ivan Storti/SFC)

O Santos anunciou no último sábado uma troca com o Grêmio: vai Victor Ferraz, vem Madson. Negociação em definitivo, sem qualquer outra contrapartida.

Mas por que o Peixe aceitou liberar seu capitão em troca de quem não foi titular absoluto durante o empréstimo no Athletico-PR e estava fora dos planos do Tricolor?

Victor Ferraz pediu para sair. O lateral-direito entendeu o momento como “fim do ciclo” e possuía apenas mais um ano de contrato, sem projeção de renovar.

O Alvinegro até tentou outro jogador gremista, como Michel, porém, entendeu como positivo liberar agora quem poderia sair de graça por um atleta da mesma posição, mais novo e bem avaliado pela equipe de análise de desempenho.

Madson tem 27 anos e assinará por três temporadas, com 60% dos direitos econômicos para o Santos. Ele possui características como Ferraz e terá Pará, mais defensivo, como concorrente. Cadu, da base, disputará a Copa São Paulo de Futebol Júnior e pode ser promovido ao elenco profissional.

Madson é o segundo reforço do Peixe para 2020. O primeiro foi Raniel, atacante ex-São Paulo envolvido em outra troca, por Vitor Bueno. O Alvinegro ainda quer zagueiro, lateral-esquerdo, volante, meia e ponta.

Mais conteúdo sobre

Futebol