Conteúdo por Gazeta Esportiva

Evandro/Bruno Schmidt e Alison/Álvaro Filho garantem vaga nas oitavas em Gstaad

Alison e Alvinho estão nas oitavas na etapa suíça do Circuito Mundial (Foto: Divulgação/FIVB)

O Brasil começou a etapa de Gstaad, na Suíça, válida pelo Circuito Mundial de vôlei de praia 2019, classificando duas duplas às oitavas de final e uma à repescagem no torneio masculino. Evandro e Bruno Schmidt e Alison e Álvaro Filho conseguiram duas vitórias naesta quarta-feira e emplacaram o primeiro lugar da chave. Enquanto isso, André e George tiveram uma vitória e uma derrota, tendo agora que disputar a repescagem para irem às oitavas.

Alison e Álvaro Filho tiveram dois jogos equilibrados e também terminaram na primeira colocação do grupo. A dupla estreou em Gstaad superando os poloneses Losiak e Kantor por 2 sets a 1, com parciais de 21/18, 19/21 e 15/9, em 59 minutos. Horas depois, valendo a liderança da chave, eles triunfaram sobre os russos Krasilnikov e Stoyanovskiy, que foram campeões do mundo na última semana. Vitória por 2 sets a 1, com parciais de 14/21, 22/20 e 15/12, em 51 minutos.

O adversário da dupla nas oitavas será definido nesta quinta-feira, após final da fase de grupos e dos jogos da repescagem. Alvinho analisou o resultado garantido em uma das chaves mais equilibradas do torneio. “Nossa chave era muito dura, times que podem vencer qualquer torneio, inclusive com os atuais campeões do mundo. Foram dois tie-breaks, jogos que demos nosso máximo. Mas a fase de grupos já passou, agora temos que olhar para frente, continuar evoluindo”, afirmou Alvinho.

A disputa no masculino contou com dois times do Brasil na mesma chave, que disputaram a primeira posição do grupo F. Evandro e Bruno Schmidt venceram os chineses Peng Gao e Yang Li por 2 sets a 0, com parciais de 21/15 e 21/1), em 30 minutos. Enquanto isso, André Stein e George começaram o dia derrotando os letões Samoilovs e Smedins por 2 sets a 0, com parciais de 21/15 e 22/20, em 37 minutos.

Com isso, os dois times brasileiros se enfrentaram por uma vaga nas oitavas. Evandro e Bruno Schmidt levaram a melhor, vencendo por 2 sets a 0, com parciais de 21/17 e 21/19, em 40 minutos.

O título em Gstaad rende 900 pontos na corrida olímpica brasileira, reduzindo 90 pontos para cada posição abaixo. Cada país poderá levar, no máximo duas duplas por naipe a Tóquio.

Mais Esportes