Conteúdo por Gazeta Esportiva

Felipão alcança 10 vitórias seguidas pela 3ª vez na carreira e pede pés no chão

O Palmeiras irá para a pausa da Copa América ostentando a marca de 10 vitórias seguidas. O número positivo, porém, não é novidade para Felipão, que alcançou a marca em outras duas oportunidades na carreira.

Em 1998, Scolari conseguiu 10 triunfos seguidos também pelo Verdão. Já em 2016, ele também atingiu a marca pelo Guangzhou Evergrande, da China. O pentacampeão mundial celebrou a marca, mas pediu pés no chão em busca de títulos no segundo semestre.

“É um bom número. Eles fizeram o possível para participar dessa situação. Tenho só que agradecer a eles pela dedicação, pela forma que estão jogando, como jogavam meus jogadores no Guangzhou e aqueles de 98. Mas é só um número, se a gente não atinge o número final, que é campeonato, esse passa um pouco despercebido”, afirmou.

“Tenho que passar toda a semana brigando com meus jogadores porque algumas pessoas dizem que com nove rodadas o Palmeiras é campeão. Nem aqui, nem na China. Tá? Nem na China. Depois ficam bravos comigo. “Ah, o Felipão é azedo”. Eu não sou azedo, não chupo limão, não gosto. Pelo amor de Deus. São 27 pontos para 117. Está jogando bem, organizado, a equipe está bem posicionada, tem um espírito muito bom, mas tem uns 97 pontos a serem disputados. Temos que ser muitos superiores tecnicamente, fisicamente e mentalmente”, completou.

Agora, o elenco do Palmeiras terá dez dias de folga antes de retomar os trabalhos na Academia de Futebol. A equipe fará alguns jogos-treinos antes de encarar o Internacional no Allianz Parque, pela ida das quartas de final da Copa do Brasil, no dia 10 de julho.

Futebol