Figueirense apresenta mais um reforço e Eutrópio deve confirmar mudanças na equipe

Atualizado

De olho no duelo diante do Sport, no próximo domingo (15), o Figueirense trabalhou na tarde desta quarta-feira no CFT do Cambirela, em Palhoça, onde o técnico Vinícius Eutrópio esboçou o time que deve ir a campo. Sem contar com Victor Guilherme, suspenso, Fellipe Mateus e Willian Popp, voltam após cumprirem suspensão no empate com o São Bento, em Sorocaba (SP).

Leia mais

A vida segue e o jejum é grande. Hoje, dia 11, marca o terceiro mês da última vitória do Furacão diante do seu torcedor. Foi na despedida da primeira parte da competição, antes da parada para a Copa América. Um 2 a 1, ainda sob o comando de Hemerson Maria, sobre o Botafogo-SP – hoje, coincidentemente, treinado por Maria.

O último triunfo aconteceu uma rodada depois, após a competição vencida pela seleção brasileira, uma goleada sobre o América-MG, em Minas Gerais, por 4 a 1. De lá para cá quase dois meses passaram-se e o Furacão do Estreito, além de todos os problemas extracampo que culminaram com a saída de Maria, o WO dentre outros impasses, acumula 12 jogos com seis empates e seis derrotas.

Para tentar espantar a “draga”, Eutrópio testa mais mudanças no time titular. Fellipe Mateus pode aparecer na lateral-esquerda, que na última rodada foi ocupada por Héliton. Caso ele seja deslocado para o flanco, Robertinho pode ocupar seu lugar na ponta direita de ataque.

O time que treinou foi composto por: Vidotto; Kauê, Alemão, Ruan Renato e Héliton (Fellipe Mateus); Zé Antônio, Betinho e Tony; Fellipe Mateus (Robertinho), Willian Popp e Yuri Mamute (Rafael Marques).

Figueirense apresenta o 11º lateral diferente

O Figueirense, nas mãos do diretor de futebol Antônio Lopes, apresentou Danilo Boza, 21, lateral-direito, cedido por empréstimo pelo Athletico-PR. O jovem atleta que passou pela base do Palmeiras e do Mirassol-SP, soma ainda uma experiência internacional já que atuou pelo Braga-POR.

Danilo Boza foi apresentado no CFT do Cambirela, em Palhoça – Andrey de Oliveira/Figueirense FC

“É uma oportunidade muito boa, importante para a minha carreira. Vim aqui para ajudar o Figueirense da melhor forma possível. Estou a disposição do professor Eutrópio”, explicou o atleta que de descreveu como bom marcador, bom apoiador e com bom condicionamento físico.

Recentemente o ND+ levantou números do Figueirense e, só na Série B, o time de Eutrópio escalou sete laterais esquerdos diferentes. Com Fellipe Mateus improvisado, poderá ver o oitavo atleta diferente na função. No total, sem contar a possível presença do novo contratado, o time já viu 11 laterais diferentes somados os dois flancos.

Ficha

Nome: Danilo Boza Júnior

Data de nascimento: 06/05/1998 (21 anos)

Naturalidade: Rondonópolis (MT)

Altura: 1,84m

Peso: 76 kg

Pé preferido: destro

Clubes: Mirassol (2017/2018); Braga-POR (2019).

Futebol