Conteúdo por Gazeta Esportiva

Figueirense encara o Brusque por título inédito na Recopa Catarinense

Federação Catarinense apresentou os troféus e medalhas da competição inédita (Foto: Reprodução/FCF)

Nesta quinta-feira, às 19h (de Brasília), o Estádio Orlando Scarpelli será palco de uma decisão estadual inédita. O Figueirense recebe o Brusque, em final única, valendo a taça da Recopa Catarinense. O Alvinegro participa como campeão do Campeonato Catarinense de 2018, já o Quadricolor defende o título da Copa SC também do ano passado.

O Figueirense, que ocupa a oitava colocação na Série B do Campeonato Brasileiro. Além de valer uma taça, a competição é uma oportunidade de Hemerson Maria fazer os últimos ajustes antes da volta da parada para a Copa América.

Ainda assim, o técnico do Figueira pretende utilizar a equipe titular para potencializar o entrosamento entre os jogadores. O meia-atacante Fellipe Mateus mostrou que a equipe entrará com seriedade em campo.

“Estamos tratando com a maior atenção possível. Se trata de um título e o Brusque é um dos destaques da Série D. Vamos encarar com seriedade, respeitando o adversário, mas sabendo que temos condições de fazer um grande jogo e conquistar essa taça”, disse.

Já o Brusque não está em pausa na temporada, já que a Série D continua a todo vapor. O quadricolor vem embalado como uma das melhores campanhas da competição. Na primeira fase, a equipe ficou em primeiro lugar do Grupo 15, e na segunda não teve dificuldades para passar do Hercílio Luz, decidindo em casa. No primeiro jogo da terceira fase, o Brusque empatou com o Boavista em 1 a 1 fora de casa, e decide no Augusto Bauer na próxima segunda-feira.

Esta será a primeira edição oficial da Recopa. Em 2018, em caráter amistoso, a Chapecoense, então campeã catarinense, e o Tubarão, então campeão da Copa SC, enfrentaram-se na Arena Condá. Desta fez, a Federação Catarinense de Futebol decidiu oficializar a competição. Como a final acontece em jogo único, quem vencer no tempo normal, leva a taça. Em caso de empate, a decisão vai diretamente para os pênaltis.

Mais conteúdo sobre

Futebol