Escudo: Figueirense
FIG Figueirense
Escudo: Sport Recife
SPO Sport Recife
Orlando Scarpelli - 15/09/2019 às 16h00

Figueirense perde mais uma, aumenta seu jejum e afunda no Z4 da Série B

O Figueirense perdeu mais uma vez nesta Série B, chegou ao 13ª jogo sem vitória e caiu para 19ª posição na competição. O revés da vez foi registrado na tarde deste domingo (15), no estádio Orlando Scarpelli, 2 a 1 para o Sport Recife (PE).

Figueirense x Sport, pela 22ª rodada da Série B. – Matheus Dias/FFC/divulgação

De alguma maneira, o futebol no domingo trouxe um teor diferente no estádio Orlando Scarpelli. Ao menos a chance de relembrar grandes momentos em que o clube recebia – e vencia – times do alto escalão nacional.

E o jogo começou favorável ao Figueira. Com troca rápida de passes, fez os melhores 15 minutos sob o comando de Vinícius Eutrópio. Foram, pelo menos, três chances claras para marcar o gol. Nenhuma delas, no entanto, foram aproveitadas.

Popp acertou a trave, Mamute foi travado e Héliton, de bicicleta, parou em linda defesa do goleiro Mailson.

O Sport, que não está no pelotão da frente em vão, precisou de duas escapadas para não só agredir o Figueirense, mas para anotar o gol. Aos 16’ Leandrinho enfiou linda bola para Hyuri, dentro da área, ajeitar de letra para Hernane Brocador, na altura do pênalti, apenas colocar ele de pé direito. Lindo gol do time de Guto Ferreira que, de aí em diante, tomou conta das ações e principais chances da partida.

Embora tenha sentido um “baque” pelo tento do Sport, o time de Vinícius Eutrópio, em alguns momentos, mostrou lucidez e chegou na meta adversária: as chegadas eram criativas, mas faltou efetividade para o time que, em outras duas vezes, parou na trave e no goleiro pernambucano.

O castigo aconteceu na segunda etapa, em um momento que o time visitante era melhor. Jogada de Guilherme, pelo lado esquerdo de ataque, que cruzou na medida para Norberto cabecear e colocar a “pá de cal” sobre um time desestabilizado mentalmente e sem força ofensiva.

O jogo transcorreu, até o final, sob muito protesto dos torcedores que voltaram a protestar contra a direção e alguns jogadores.

O Figueirense, com colaboração do goleiro, até conseguiu descontar: Andrigo arriscou e Mailson, que já teve mais sorte que juízo em lance no primeiro tempo, voltou a falhar ao deixar a bola escorrer para rede. Um peru clássico.

Fim de jogo, melancolia e mais uns dias para o jejum alvinegro: agora são 13 jogos sem vencer e a consequente vice-lanterna da Série B.

Onde vai parar esse Figueirense?

Próximo jogo:

O Figueirense volta a jogar na próxima quinta-feira, às 21h30, contra o Brasil, em Pelotas (RS). Já o Sport recebe o América-MG, um dia depois, na Ilha do Retiro, no Recife (PE).

Ficha técnica

Figueirense: Vidotto; Victor Guilherme, Alemão, Ruan Renato e Héliton; Zé Antônio (Patrick), Betinho (Andrigo) e Tony; Popp, Robertinho e Mamute (Matheus Lucas). Técnico: Vinícius Eutrópio.

Sport: Maílson; Norberto, Thyere, Adryelson e Sander; João Igor (Marcão), Charles, Leandrinho, Guilherme e Hyuri (Marcinho); Hernane (Elton). Técnico: Guto Ferreira.

Gols: Hernane (15/1T), Norberto (13/2T); Andrigo (44/2T)

Cartões amarelos: Betinho (FIG); Norberto, Leandrinho (SPO)

Local: estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC). Data: 15/09/19

Arbitragem: Andrey da Silva e Silva (PA); auxiliado por Márcio Gleidson Correia Dias (PA); e Bárbara Roberta da Costa Loiola (PA).

Lances da partida

Mais conteúdo sobre

Futebol