Figueirense pode carimbar classificação e complicar rival histórico no Catarinense 2019

Ruan Renato treina com a camisa do Figueirense – Figueirense FC/divulgação

O Figueirense entra em campo neste domingo (24), em clássico estadual, contra o Joinville, as 18h, no estádio Orlando Scarpelli. O time de Hemerson Maria, o único invicto entre os dez participantes e líder isolado pode garantir, matematicamente, sua classificação às semifinais do Catarinense 2019. Mais que isso, pode complicar a chance de classificação de um rival histórico.

O conceito de rivalidade varia e soa mais como questão de opinião do que, definitivamente, uma regra. Figueirense x Joinville, por exemplo, estão separados por uma distância aproximada de 180 quilômetros e nutrem uma rivalidade histórica de quem, há décadas se enfrenta e que já fez final de campeonato.

O representante de Florianópolis entra em campo, no bairro do Estreito, com a possibilidade se assegurar matematicamente sua vaga na próxima fase e complicar a vida do Tricolor do Norte. O Coelho é 7º, com 17 pontos, três atrás do 4º colocado que é o Brusque. O problema é que a concorrência pela última vaga se desenha complicada, já que Marcílio Dias e Criciúma também estão no bolo.

Líder do campeonato, o Figueirense não tem nada a ver com isso. O zagueiro Ruan Renato, que tem se destacado na defesa do alvinegro, ressaltou a campanha do clube, mas pontuou um vértice de “união” para explicar a  campanha alvinegra ao longo dessas 14 rodadas.

“A gente se uniu para fazer um Figueirense bom, um Figueirense forte, unido. A gente sabe que o clube precisa disso. A gente sabe por tudo que o clube precisou, mas a gente quer fazer um bom ano, um título estadual, um acesso e título da Série B. A gente pensa grande”, pontuou o defensor.

Ruan Renato fez oito jogos nesse Catarinense – e outros dois pela Copa do Brasil – e soma apenas dois cartões amarelos.  Companheiro de Pereira em todos esses jogos, Ruan Renato fala sobre a recuperação de Alemão e descreve como uma “dor de cabeça boa” para o técnico.

O Joinville, que só empatou com o Hercílio Luz na noite da quinta-feira (21), no complemento da rodada 14, ainda aposta na classificação às semifinais.

O técnico Felipe Surian, apesar do lamento pelo empate diante do Leão do Sul, acredita que o time pode engatar bons resultados nessa reta final e chegar a próxima fase. Para o duelo deste domingo, em Florianópolis, o time deve ser desenhado em treinamento no sábado, em Joinville.

Ficha técnica:

Figueirense: Denis; Alemão Teixeira, Pereira, Ruan Renato e Brunetti (Breno); Zé Antônio, Betinho, Júlio Rusch, Alípio e Juninho; João Diogo (Rubens). Técnico: Hemerson Maria.

Joinville: Jefferson; Arez, Luan, Marlon e Erick Daltro; Leandro Bulhões, João Ananias (Caíque), Wellington Rato e Rodrigo Figueiredo; Nathan Cachorrão e Hugo Almeida. Técnico: Felipe Surian.

Local: estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC).

Data: 24/03/19; Hora: 18h

Arbitragem: Rafael Traci; auxiliado por Thiaggo Americano Labes e Diego Leonel Félix.

Futebol