Figueirense trabalha para encarar a “sensação” desta Série B 2018

Clássico entre Avaí e Figueirense, na Ressacada, 2018 - Marco Santiago/ND
João Paulo, autor do gol no clássico, está liberado para o jogo deste sábado – Marco Santiago/ND

O Figueirense trabalha para receber o CSA, no sábado, no estádio Orlando Scarpelli, a partir das 16h30. O grupo de jogadores realiza o último treino nesta sexta-feira, antes da concentração para o duelo com caráter decisivo. Juninho, João Paulo e Jorge Henrique, todos vetados pelo Departamento Médico para o jogo contra o Fortaleza, foram liberados nesta quinta e só dependem de Milton Cruz para irem a campo.

Há uma semana o Figueirense estava na berlinda. Ou, ao menos, praticamente isso. Sem vencer, sobretudo dentro de casa, o Furacão terminou a última semana como o grande azarão. A tabela reservara o Avaí, o Fortaleza e o CSA, três dos mais assíduos integrantes do G4 nesta Segundona. Dois deles ficaram para trás e, por sinal, quatro pontos foram somados.

Para o duelo diante da grande sensação da competição, o CSA de Marcelo Cabo chega a Florianópolis na sexta e bastante desfalcado. Ao menos no quesito importância. O lateral Celsinho, o meia Daniel Amorim e o ponta Didira, a princípio, estão fora.

Marcelo Cabo, que foi substituído por Milton Cruz, no Figueirense, em 2017, deve realizar mais um trabalho antes do embarque para Florianópolis. O CSA é o vice-líder com 43 pontos, cinco a mais que o Furacão que é 6º.

Mais conteúdo sobre

Futebol