Conteúdo por Gazeta Esportiva

Flamengo vê Gabigol desequilibrar e fica cada vez mais dependente

Gabigol marcou os dois gols da vitória por 2 a 0 sobre o Emelec (Foto: Alexandre Vidal e Marcelo Cortes/CRF)

Gabigol foi o herói do Flamengo na classificação para as quartas de final da Copa Libertadores ao marcar os dois gols na vitória diante do Emelec do Equador na noite de quarta-feira no Maracanã. O jogador faz uma primeira temporada brilhante pelo clube carioca, tendo anotado 22 gols em 33 jogos. É o artilheiro do Campeonato Brasileiro com nove gols marcados e vem cada vez mais deixando o Rubro-Negro dependente de seu bom futebol.

Essa dependência é visível. Isso por que quando ele é bem marcado e não consegue ter boas chances para concluir o time acaba não conseguindo progredir ofensivamente. Foi assim na eliminação na Copa do Brasil contra o Athletico Paranaense e no próprio confronto com o Emelec, só que na ida, na derrota de 2 a 0 para o Equador. Mesmo assim, seu grande momento empolga a todos, inclusive o técnico português Jorge Jesus.

“O Gabriel tem sido muito importante para o nosso grupo, está identificado com o nosso estilo de jogo e muito confiante para marcar gols. É um jogador muito útil e importante para a nossa equipe”, disse Jesus.

O jogador prefere dividir os méritos com os companheiros.

“Estou muito feliz e só tenho a agradecer a Deus e a meus companheiros por permitirem a min ha rápida adaptação. Não apenas por conta dos gols, mas também por estar conseguindo render e ajudar a equipe” disse Gabigol, que reforçou o discurso pelo coletivo e admitiu que sonha com retorno à Seleção Brasileira.

“Eu não jogo para ser o melhor, me destacar individualmente, mas coletivamente. Obviamente, com a temporada que estou fazendo, meu objetivo é voltar à Seleção, mas tenho que fazer minha parte dentro de campo que as coisas acontecem”, completou.

Gabigol está no Flamengo por empréstimo até o final de 2019, e tem contrato com a Inter de Milão, da Itália, por mais dois anos. Assim, seu futuro no Rubro-Negro em 2020 é incerto.

“Obviamente está acabando o meu contrato, espero que estes últimos jogos, entre aspas, sejam felizes”, disse Gabigol na zona mista do Maracanã.

“Todos sabem que tenho contrato com a Inter de Milão, mais dois anos ainda, meu empréstimo vai até o fim deste ano… Como falei, espero que estes últimos jogos, entre aspas, sejam felizes”, completou.

Futebol