Florianópolis conquista o 27º título do remo na história dos Jasc

Atualizado

Florianópolis representado, pelo Clube Francisco Martinelli, conquistou o tricampeonato de remo nos Jogos Abertos de Santa Catarina e o 27º desde que a modalidade foi implantada na competição, em 1969. A conquista esteve ameaça porque a equipe da Capital não pontuou na prova de 2 sem timoneiro, já que um atleta adoeceu e o atual regulamento não permite a substituição.

Equipe de remo de Florianópolis, representada pelo Martinelli, ganhou mais uma vez o JASC – Foto: Maurício Vieira/Divulgação Fesporte/ND

As provas foram realizadas na Península das Palmeiras, em Rio dos Cedros, local de uma natureza exuberante. A boa notícia é que a partir do próximo ano o naipe feminino contará pontuação que define o campeão geral dos Jasc.

Leia também

Sem marcar pontos em uma das provas, vencida por São José, Florianópolis dependia da vitória na prova de 4 sem timoneiro, que era a última da competição. Antes a diferença era de dois pontos (39 a 37). Caso São José ganhasse seria o campeão, mas a vitória foi da guarnição da Capital.

No total foram quatro medalhas de ouro, com os josefenses conquistando apenas uma. Na soma de todas as prova Florianópolis terminou com 52 pontos, 10 a mais dos clubes Aldo Luz e Riachuelo.

O técnico Douglas Eduardo Bastos de Oliveira chegou a ficar preocupado com a possibilidade da perda do título. “Tivemos um atleta que ficou no alojamento em razão da febre em torno de 39 graus e infelizmente não pode ser substituído por conta do regulamento”. Oliveira observou que isso precisa ser alterado porque atualmente é permitido apenas 72 horas antes do Congresso Técnico. “O nosso remador ficou doente depois deste prazo”, complementou.

A única prova no feminino, realizada neste domingo, foi a de single skiff, vencida por Adriana Vilela, de Florianópolis. Medalha de prata para Giulia Alves dos Santos, de Blumenau e de bronze, Yasmin Alves Ramos, de Jaraguá do Sul. Como nove municípios participaram no naipe, o gerente de esportes de rendimento da Fesporte, Luciano Heck antecipou a inclusão da modalidade em 2020. Para que isso ocorra é necessário no mínimo o mesmo número de inscrições.

Classificação final – remo

1º Florianópolis

2º São José

3º Blumenau

4º Santo Amaro da Imperatriz

5º Tubarão

6º Tubarão

Mais conteúdo sobre

Jasc 2019