Conteúdo por Gazeta Esportiva

Fluminense estuda renovação com lateral-direito Gilberto

Gilberto tem contrato até dezembro de 2019 (Foto: Lucas Merçon/Fluminense)

Nada como um dia após o outro. Após ir para o recesso do Campeonato Brasileiro por conta da Copa América cotado para sair, o lateral-direito Gilberto pode ter seu contrato com o Fluminense renovado. Insatisfeito com a gestão de Pedro Abad, o jogador deu declarações sobre os atrasos salariais. Porém, a mudança na presidência do clube deu um novo gás ao atleta.

O empresário do jogador, Allan Espinosa, manteve contatos com o novo presidente do Fluminense, Mário Bittencourt, e se mostrou otimista. Existe uma esperança que a gestão que assumiu em junho, e que conta na vice-presidência com o empresário Celso Barros, empresário e que foi presidente da Unimed na época que a cooperativa de saúde patrocinava o Tricolor, consiga colocar a casa em ordem, honrando com as dívidas.

Gilberto recebeu sondagens do São Paulo, do Botafogo e de mais um clube brasileiro. Como fez apenas seis partidas pelo Tricolor no Brasileirão, poderia trocar de camisa. Porém, o Fluminense deseja mantê-lo e já manteve contatos com a Fiorentina da Itália, dona das direitos federativos do jogador, com quem tem contrato até o fim de 2021. Gilberto está cedido ao Tricolor até dezembro deste ano, mas os dirigentes planejam uma renovação.

Dentro de campo o elenco realizou uma atividade física nesta segunda-feira. A terça-feira será de treinos em tempo integral. O primeiro compromisso do time depois da Copa América será um choque com o Ceará na segunda-feira 15 de julho, às 20h(de Brasília), no Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ), pela décima rodada do Campeonato Brasileiro. O Tricolor é o 16º colocado com oito pontos, fora da zona de rebaixamento apenas por conta dos critérios de desempate.

Futebol