Conteúdo por Gazeta Esportiva

Fluminense leva lições do turno para não tropeçar contra CSA

O desempenho do Fluminense contra seus companheiros de zona de rebaixamento tem sido sofrível neste Campeonato Brasileiro. O Tricolor empatou duas vezes com a Chapecoense, ambas por 1 a 1, e, dentro do Maracanã, no Rio de Janeiro, perdeu de 1 a 0 para CSA e Avaí. A situação poderia estar bem mais tranquila se o time conseguisse alguns pontinhos a mais nestes compromissos.

(Foto: Lucas Merçon / Fluminense)

Tentando evitar um novo fiasco, o Fluminense vem trabalhando pesado para o reencontro com o CSA, nesta segunda-feira, às 20h, no Estádio Rei Pelé, em Maceió, pela 34ª rodada. Com 35 pontos conquistados, o Tricolor precisa ganhar para não se complicar ainda mais. Justamente por conta disso os jogadores do time carioca sabem que precisam manter o poder de concentração em alta.

“Estamos em um momento muito delicado da competição, em que precisamos fazer os pontos que já poderíamos ter feito e que infelizmente não conseguimos, ficando em uma situação complicada. O jogo contra o CSA é muito importante e fundamental e por isso mesmo é preciso ter tranquilidade e saber lidar com a pressão do jogo, atacando, porém, com muita responsabilidade”, disse o lateral-direito Gilberto.

Para este compromisso, o técnico Marcão terá o retorno do lateral-esquerdo Caio Henrique, desfalque nos últimos confrontos por estar servindo à Seleção Olímpica. Ele vai ocupar a vaga de Orinho, que provavelmente não poderá mais jogar nesta temporada por conta de uma lesão na coxa esquerda. Nesta sexta-feira o plantel do Fluminense treina na parte da tarde e Marcão deve esboçar a escalação.

Futebol