Conteúdo por Gazeta Esportiva

Fluminense na bronca com a arbitragem

O Fluminense está na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro com apenas nove pontos conquistados em doze partidas. Mas a sua diretoria está convencida de que a realidade seria menos dura se o time não fosse prejudicado pela arbitragem.

Com este pensamento que o Tricolor preparou uma espécie de dossiê com erros dos árbitros, principalmente os envolvendo os dois últimos confrontos pela competição, e entregou o documento à Comissão de Árbitros da CBF.

Os dirigentes reclamam que o Fluminense foi muito prejudicado nas derrotas de 2 a 1 para Vasco e São Paulo, os dois últimos confrontos do time carioca na Série A. No primeiro duelo o protesto é pelas expulsões dos zagueiros Digão e Frazan, determinantes para o tropeço. Já no choque com os são-paulinos a reclamação se refere ao pênalti que originou o segundo gol dos paulistas.

Outro argumento utilizado pelos tricolores é que o time, na zona de rebaixamento do Brasileirão, vem tendo grande desempenho na Copa Sul-Americana, onde avançou para as quartas de final após eliminar o Peñarol do Uruguai ganhando os dois confrontos.

O presidente do Fluminense, Mário Bittencourt, foi à sede da CBF e se reuniou com Leonardo Gaciba, presidente da Comissão de Árbitros da CBF, e com Rogério Cabloco, presidente da entidade. Deles, ouviu que a CBF vai analisar os documentos e dar uma resposta oficial ao clube.

Dentro de campo o Fluminense segue se preparando para o duelo contra o Internacional neste sábado, às 19h(de Brasília), no Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ), pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. Para este duelo o time será definido no treino desta sexta-feira. Logo depois da atividade começa o período de concentração para a partida.

Futebol