Geninho fala em “superação” e revela o segredo para o sucesso nos pênaltis: “muito treino”

Atualizado

Jogo entre Avaí e Criciúma pelo Campeonato Catarinense – Frederico Thadeu/Avaí/ND

Na entrevista coletiva concedida após a classificação, o técnico Geninho revelou que estava “temeroso” pelo resultado, mas celebrou a possibilidade de jogar uma final, oportunidade que será inédita para muitos atletas do elenco. “O artilheiro do campeonato, o Daniel Amorim, experiente, nunca disputou uma final. É uma oportunidade para ele e para os jovens do grupo”, pontuou o comandante azurra.

Leia mais

Ele revelou ainda que o Avaí se preparou para uma decisão por pênaltis, mas que esse trabalho já vinha sendo feito ao longo da semana visando o duelo contra o Vasco da Gama onde o Leão perdeu por 1 a 0 e foi eliminado da Copa do Brasil, na última quarta-feira.

O comandante azurra salientou a condição do elenco onde usou o termo “superação” já que vários jogadores entraram no “sacrifício”.

“Nessa hora todo mundo se supera, eu estava temeroso, o Criciúma contratou três ou quatro jogadores experientes para Série B. Não era mais o mesmo time que enfrentamos aqui e lá, um time completamente diferente, mais encorpado”, observou o comandante.

O grupo folga nessa segunda-feira e se reapresenta na terça onde dá início aos trabalhos de olho na final diante da Chapecoense. O representante do Oeste, por outro lado, precisa voltar sua atenção à competição mais rica e democrática do País já que, na quarta-feira (17) recebe o Corinthians, na Arena Condá, a partir das 21h30.

Futebol