Geninho quer “incomodar” o Palmeiras fora de casa

Atualizado

Em entrevista coletiva nesta quarta-feira (12) o técnico Geninho, do Avaí adotou clima de mistério quanto à escalação do Avaí para o confronto desta quinta (13), às 20h, fora de casa diante do Palmeiras pela nona rodada do Campeonato Brasileiro da Série A. Ciente das dificuldades de enfrentar o líder da competição, Geninho espera incomodar o adversário. “Se eu não incomodar o Palmeiras, eu já chego lá perdendo o jogo. Tem que trazer alguma incomodação para o adversário. Ele tem que se sentir ameaçado”, pontuou.

Geninho espera surpreender o Palmeiras fora de casa – Reprodução/TV Avaí/ND

Para tentar sair dessa difícil situação na tabela antes da parada para a Copa América, o treinador trouxe o exemplo da partida contra o Internacional, em Porto Alegre, onde o Leão fez um bom primeiro tempo surpreendendo os gaúchos, mas foi derrotado na segunda etapa. “Estamos buscando um resultado, procurando uma vitória. Sabemos que nesse momento contra o Palmeiras, ela é difícil e seria muito bom se acontecesse, seria excepcional se acontecesse. Acho que surpreenderia a todo mundo”.

Leia também:

Com quatro pontos em oito partidas disputadas, o Avaí ainda não venceu na competição e busca o primeiro triunfo no Campeonato Brasileiro deste ano. Experiente no futebol, o técnico Geninho sabe das qualidades do Palmeiras, mas entende que “futebol talvez seja o único esporte onde o favorito às vezes não confirma”. Ele espera que seus atletas joguem menos pressionados.

“A partir do momento que jogam todas as fichas no Palmeiras, tira do adversário um pouco da responsabilidade. Espero que meu time entre um pouco mais leve no jogo. Temos a obrigação de vencer? Temos! Se não vencer, trazer pontos”, disse.

Quanto à sequência complicada do Leão da Ilha nesse começo de Série A, onde o time jogou contra seis grandes do Brasil e tirou pontos de Grêmio, São Paulo e Vasco nessa primeira fase do campeonato, o técnico lamentou não ter conseguido vitórias diante de CSA e Ceará na Ressacada. “Dos cinco grandes, conseguimos três pontos, se você está numa situação mais cômoda na tabela seria bom, o nosso problema foi não ter conseguido ponto contra adversários do nosso campeonato”, lamentou.

Esportes