Conteúdo por Gazeta Esportiva

Giannis é eleito MVP da temporada da NBA; veja todos os vencedores

Atualizado

A noite de segunda-feira foi de gala para os destaques da temporada 2018/2019 da NBA, em Santa Mônica, na Califórnia. O NBA Awards, em sua terceira edição, premiou os grandes astros do ano e quem levou o maior e mais badalado reconhecimento, o MVP (jogador mais valioso) foi o grego Giannis Antetokounmpo, ala do Milwaukee Bucks, desbancando James Harden, o Barba do Houston Rockets, e o ala Paul George, do Oklahoma City Thunder.

“Esse é só o começo. Meu objetivo é ganhar um campeonato. Como meu pai me dizia, você sempre pode querer mais nunca seja ganancioso. Meu objetivo é vencer um campeonato e farei o que for preciso para fazer isso acontecer. Sempre que piso em quadra lembro do meu pai. É isso que me motiva e me impulsa a jogar com mais gana”, disse um emocionado Giannis Antetokounmpo, MVP da temporada.

A votação foi feita por jornalistas e comunicadores norte-americanos e canadenses relevantes para a liga de basquete. Giannis desbancou Barba, que ia em busca do seu segundo MVP consecutivo, por conta de sua atuação espetacular. O ala de 24 anos acumulou média de 27,7 pontos (o terceiro da liga), 12,5 rebotes (sexto), 5,9 assistências (26º) e 1,5 toco (11º), em quase 58% de aproveitamento de arremessos de quadra.

Outros prêmios

Não foi só Antetokounmpo quem recebeu um reconhecimento. Confirmando seu favoritismo após uma temporada espetacular, o calouro Luka Doncic, do Dallas Mavericks, levou o prêmio de calouro do ano ao desbancar Trae Young, do Atlanta Hawks, e Deandre Ayton, do Phoenix Suns. Ele levou 98 dos 100 votos possíveis para primeiro lugar.

Já Pascal Siakam, do Toronto Raptors, foi eleito o jogador que mais evoluiu na competição, tendo desbancado D’Angelo Russell, do Brooklyn Nets, e De’Aaron Fox, do Sacramento Kings. Siakam passou a ser titular e ajudou e muito na conquista do Toronto do seu primeiro título da NBA, anotando uma média de 19 pontos, 7,1 rebotes e 2,8 assistências por partida.

Lou Williams, do Los Angeles Clippers, deixou para trás Domantas Sabonis, dos Pacers; Montrelz Harrell, dos Clippers; e Spencer Dinwiddie, dos Nets para vencer o terceiro título da categoria melhor sexto homem. Ele teve uma média de 20 pontos e 5,4 assistências, com pouco mais de 33 minutos em quadra por jogo.

Já o Utah Jazz foi premiado por conta de Rudy Gobert, eleito melhor jogador defensivo da temporada. Ele teve como principais concorrentes Giannis Antetokounmpo, do Milwaukee Bucks, e Paul George, do Oklahoma City Thunder, enquanto o Mike Budenholzer, do Milwaukee Bucks, foi eleito o melhor técnico, o segundo título de sua carreira.

Nas outras premiações da noite, Jon Horst, do Milwaukee Bucks, ficou com executivo do ano; Mike Conley, do Memphis Grizzlies, como prêmio de espírito esportivo; Bradley Beal, do Washington Wizards, com o prêmio NBA Cares de assistência à comunidade; Robin Roberts (jornalista), com o Sager Strong; Larry Bird e Magic Johnson, com prêmio pelo conjunto da obra; Marcus Smart, do Boston Celtics, como jogador mais raçudo; e, por fim, Derrick Rose, dos Wolves, com o Prêmio Momento do Ano.

Mais Esportes