Conteúdo por Gazeta Esportiva

Gil explica contrato curto e assegura renovação com o Corinthians em dezembro

O zagueiro Gil explicou ou ao menos tratou do tema envolvendo o seu curto contrato de seis meses com o Corinthians na entrevista concedida na manhã desta sexta-feira, no CT Joaquim Grava. O atleta assinou vínculo apenas até o final de dezembro com o clube do Parque São Jorge, mas assegurou que vai estender a sua permanência em 2020, cumprindo a palavra dada ao presidente Andrés Sanchez.

“Os seis meses é pelo tempo restante que eu tinha na China, mas minha permanência está garantida no ano que vem também. Dei minha palavra ao presidente”, afirmou o zagueiro corintiano, que, teoricamente, poderia já até assinar um pré-contrato com outra equipe.

Além de ser o tempo restante que Gil tinha de vínculo na China, os seis meses antes da assinatura do próximo vínculo permitem que o Timão segure o pagamento das luvas ao atleta. Dessa forma, consegue fazer com que essa oneração apareça apenas no balanço contábil de 2020.

“Tinha uma proposta de renovação por mais um ano, e eu disse que, se fosse para ficar mais um ano e não ser feliz, não valeria a pena. A relação foi aberta, meu respeito com eles foi grande. Ele aceitou numa boa, e como eu disse, a decisão já estava tomada na minha cabeça. É poder continuar trabalhando da melhor maneira possível”, concluiu o atleta.

Com passagens pela Seleção Brasileira, o jogador assinou um contrato inicial válido apenas até o final deste ano. Tanto o seu estafe como o clube asseguram que haverá uma renovação por mais três anos ao final do vínculo, em dezembro.

Em sua primeira passagem no Timão, entre 2013 e 2015, o defensor completou 178 jogos, anotando cinco gols e faturando o Campeonato Paulista e a Recopa Sul-Americana de 2013, além do Campeonato Brasileiro de 2015.

Futebol