Ginasta joinvilense Mariany Miyamoto participa de três competições em novembro

Atleta vai disputar o Pan-Americano em Merida-Yucatan, no México, os Jogos Escolares da Juventude, em João Pessoa (PB), e o Campeonato Brasileiro, em Aracaju

A ginasta joinvilense Mariany Miyamoto, 15 anos, campeã brasileira na categoria juvenil e campeã dos Jogos Abertos de Santa Catarina (categoria adulto), se prepara para um mês intenso de competições em novembro. Em menos de 20 dias, ela disputará o Pan-Americano em Merida-Yucatan, no México, os Jogos Escolares da Juventude, em João Pessoa (PB), e o Campeonato Brasileiro, em Aracaju.

Mariany Miyamoto é campeã brasileira na categoria juvenil e campeã dos Jogos Abertos de Santa Catarina - Divulgação/ND
Mariany Miyamoto é campeã brasileira na categoria juvenil e campeã dos Jogos Abertos de Santa Catarina – Divulgação/ND

É mais uma etapa na carreira de Mariany, que escreveu com letras douradas a sua história na ginástica rítmica dos Joguinhos Abertos de Santa Catarina, principal competição esportiva no Estado para atletas na categoria infanto-juvenil.

Em quatro anos de participação (de 2013 a 2016), Mariany conquistou 17 medalhas (11 de ouro, 4 de prata e 2 de bronze) e foi campeã geral individual por duas vezes. Neste ano a ginasta se despediu oficialmente da competição, em Caçador. De acordo com o regulamento, a participação na ginástica rítmica é permitida somente a atletas entre 11 e 15 anos.

Em sua despedida, Mariany foi campeã geral individual e nos aparelhos arco e bola, ajudando Joinville a conquistar o segundo lugar no individual geral e o terceiro lugar no quadro geral. “Meu desempenho no individual melhorou muito ao longo desses anos e fiquei muito feliz por ter conseguido manter o primeiro lugar que havia conquistado em 2015”, diz Mariany.

Em sua primeira participação nos Joguinhos Abertos, em 2013, a jovem ginasta ficou em terceiro lugar no geral, passando para o segundo no ano seguinte e conquistando o primeiro lugar no ano passado.

Além das medalhas da competição, Mariany Miyamoto também foi homenageada pela direção geral da Fesporte, junto com a técnica Vanessa Hagemann, pela participação no Sul-Americano da modalidade. Na Colômbia, Mariany conquistou o segundo lugar no individual geral e prata nos aparelhos corda e bola

Rotina intensa de treinamentos

Para manter o alto nível nas competições, Mariany cumpre uma rotina intensa de treinos. São cerca de 5 horas por dia de treinos de segunda a sexta-feira, uma carga que é ampliada para os finais de semana em períodos de competição.

A ginástica rítmica faz parte da vida da atleta desde os três anos quando começou a frequentar a escolinha da modalidade. Aos 7 já participava de competições não oficiais e, aos 9, começou a competir oficialmente. “Meu primeiro Brasileiro foi em 2010 e fiquei em 10º lugar. A partir daí, em todas as competições em que participei sempre estive no pódio em pelo menos um aparelho”, observa.

Com a presença constante da técnica Vanessa e o apoio da mãe Márcia, Mariany não deixa a ginástica rítmica nem nas férias de janeiro. Nos últimos anos, ela tem trocado o calor do Brasil pelo frio da Bulgária em busca de crescimento técnico com treinadores e atletas do país europeu, referência na modalidade. “Lá são de 7 a 8 horas diárias de treinos”, conta atleta que estuda no Colégio Bom Jesus/Ielusc.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
Loading...