Conteúdo por Gazeta Esportiva

Goiás vence a Chape com dois gols de pênalti no Serra Dourada

O Goiás segue fazendo boa campanha no Campeonato Brasileiro. Na noite desta segunda-feira, no fechamento da oitava rodada da competição, o Esmeraldino bateu a Chapecoense por 3 a 1, no estádio Serra Dourada. Kayke marcou duas vezes de pênalti e Jefferson fez o outro do time da casa. Antes, Rafael Pereira chegou a empatar o duelo.

A vitória foi construída após expulsão direta de Bruno Pacheco aos 19 minutos do segundo tempo, fato que desequilibrou a partida. O Goiás, com um jogo a menos, sobe para a nona colocação, com 12 pontos. A Chapecoense fica à beira da zona de rebaixamento, com sete pontos.

As duas equipes ainda fazem mais um jogo antes da pausa para a Copa América. Na quinta-feira, o Goiás receberá o Athletico-PR, às 20h. No mesmo horário, a Chape jogará em casa contra o Fluminense.

Goiás faz boa campanha no Brasileiro (Foto: Reprodução)

O primeiro tempo no Serra Dourada teve o VAR em ação e dois gols. Em um duelo equilibrado, Goiás e Chape apostaram na velocidade e foi assim que o time da casa abriu o placar. Leo Sena caiu na área após lance com Márcio Araújo.

O árbitro Igor Júlio Benevenuto consultou o vídeo e marcou pênalti. Na cobrança, Kayke, aos 35 minutos, deslocou Tiepo e inaugurou o marcador. A alegria dos esmeraldinos, porém, durou pouco. Perto do intervalo, o Verdão de Santa Catarina empatou com o zagueiro Rafael Pereira, aproveitando levantamento de Camilo em cobrança de falta.

Na etapa final, o Goiás seguiu pressionando pela vitória. Após Rafael Vaz e Michael quase marcarem, a equipe de Claudinei Oliveira perdeu uma chance inacreditável. Michael disparou em velocidade e fazendo fila na zaga da Chape antes de rolar para Kayke, que deixou Giovanni Augusto na cara de Tiepo. O meia driblou o goleiro, mas chutou em cima de Gum. No rebote, Geovane bateu forte, mas Tiepo segurou para a Chape.

Os visitantes assustaram apenas uma vez, com Ernandes, antes de Michael quase marcar novamente. Com 32 jogados, de tanto insistir, o Goiás chegou ao gol. Giovanni Augusto roubou bola no meio-campo e passou para Jeferson. Do lado esquerdo da área, o lateral bateu firme, cruzado, e mandou para as redes.

Já aos 45 minutos, o Goiás teve mais um pênalti a seu favor. Jefferson foi à linha de fundo e cruzou para trás. A bola tocou no braço de Gum, e o árbitro marcou a segunda penalidade para o Goiás no jogo. Kayke bateu forte no canto esquerdo, Tiepo chegou na bola, mas não conseguiu impedir o gol.

FICHA TÉCNICA

GOIÁS 3 X 1 CHAPECOENSE

Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)

Data: Segunda-feira, dia 10 de junho de 2019

Horário: 20h (de Brasília)

Árbitro: Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG)

Assistentes: Celso Luiz da Silva (MG) e Ricardo Junio de Souza (MG)

VAR: Emerson de Almeida Ferreira (MG)

Cartões amarelos: Geovane e Leandro Barcia (Goiás);

Cartão vermelho: Bruno Pacheco (Chapecoense)

GOLS

GOIÁS: Kayke (35/1T e 45/2T); Jefferson (32/2T)

CHAPECOENSE: Rafael Pereira (43/1T)

GOIÁS: Tadeu; Daniel Guedes, David Duarte (Rafael Vaz), Yago e Jefferson; Geovane, Léo Sena (Yago Felipe) e Giovanni Augusto (Marlone); Michael, Kayke e Leandro Barcia

Técnico: Claudinei Oliveiras

CHAPECOENSE: Tiepo; Bryan (Diego Torres), Gum, Rafael Pereira e Bruno Pacheco; Márcio Araújo, Elicarlos, Gustavo Campanharo (Renato Kayzer) e Camilo (Ernandes); Everaldo e Arthur Gomes

Técnico: Ney Franco

Futebol