Conteúdo por Gazeta Esportiva

Governo de Portugal descarta público nas finais da Champions

As partidas sem a presença de torcida seguirão como uma tendência na Europa para a finalização da temporada 2019-20. Nesta segunda-feira, o secretário de Estado da Saúde de Portugal, António Lacerda Sales, rejeitou a possibilidade de as partidas da fase final da Liga dos Campeões contarem com torcedores no país.

“Em relação à questão do público e em função daquilo que é a situação atual, obviamente não”, explicou. “Não sabemos como vai ser a evolução da pandemia e tal como temos feito em outras situações, tomamos medidas de acordo com a própria evolução e proporcionalidade evolutiva da pandemia. Não poderei antecipar o futuro. Nesta fase obviamente que não”, confirmou António Sales.

Em função do coronavírus, a Liga dos Campeões terá uma disputa em formato diferente, com a presença dos oito classificados às quartas de final em apenas uma sede. Os classificados – até a definição do campeão – serão conhecidos em jogos únicos no mês de agosto, entre os dias 12 e 23.

A cidade de Lisboa – capital portuguesa – foi escolhida para receber as partidas. Porém, o temor por uma segunda onda da doença faz as autoridades manterem a cautela com a presença de torcedores.

No último levantamento das autoridades, Portugal contava com 41.912 infectados pelo coronavírus, com 1568 mortos.

Futebol