Grêmio pede desculpas ao torcedor e e se recolhe para ‘lamber as feridas’

Diretor-executivo Rui Costa admitiu a superioridade colorada no Gre-Nal deste domingo. Enderson Moreira afirmou é jogo foi definido em 10 minutos no segundo tempo

Divulgação

O placar deixa claro. Mas o discurso poderia ser diferente. O Grêmio admitiu publicamente a superioridade do Internacional na final do Campeonato Gaúcho, seja nesta tarde, no Centenário, com vitória por 4 a 1, seja mesmo dentro da Arena. O técnico Enderson Moreira diz que o jogo foi definido em 10 minutos no segundo tempo e que o elenco precisa “lamber as feridas” nos dias de folga.

– Fizemos 10 minutos no segundo tempo que as coisas deram errado para nós e certo para eles e isso decidiu o jogo. Mas tínhamos que arriscar também, 1 a 0 não nos servia (sobre saída do Edinho). Acho que o mais importante é lamber as feridas de uma derrota que doi na alma. Pedimos desculpas ao torcedor, não queríamos esse resultado – disse Enderson.

O Tricolor se reapresentará apenas na tarde de terça-feira. É o tempo para que os jogadores reflitam e absorvam a derrota no Gauchão. O diretor-executivo Rui Costa revelou um clima de abatimento no vestiário, como não poderia ser diferente, após a goleada sofrida.

– Estamos abatidos, a derrota em clássico abate mais ainda. Temos que buscar as forças para retomar o trabalho que foi feito e nos levou a ir bem na Libertadores. Temos que pedir desculpas ao nosso torcedor. A derrota passou pela superioridade do nosso adversário. Tiveram chances em 13 minutos e isso desequilibra em qualquer partida – disse o dirigente tricolor.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Esportes

Loading...