Conteúdo por Gazeta Esportiva

Gringos, zagueiros Gomez e Arboleda são destaques no Choque-Rei

Um dos principais clássicos paulistanos tem dois estrangeiros entre os destaques. O paraguaio Gustavo Gomez e o equatoriano Robert Arboleda, integrantes de suas seleções, são peças-chave nas defesas de Palmeiras e São Paulo, que jogam às 19h30 (de Brasília) desta quarta, no Allianz Parque, pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Não por acaso, as defesas dos protagonistas do Choque-Rei estão entre as quatro melhores do Campeonato Brasileiro após as primeiras 28 rodadas. O São Paulo (17 gols sofridos) lidera a lista, seguido por Corinthians (20) e Palmeiras (22) e Flamengo (22).

Contratado pelo Palmeiras após passar pelo Milan, Gustavo Gomez chegou na metade de 2018 e rapidamente conquistou uma posição entre os titulares do time então dirigido por Luiz Felipe Scolari. Escalado em 14 jogos, foi figura importante na reta final rumo ao título do Campeonato Brasileiro.

Gomez manteve o moral após a chegada de Mano Menezes e vem formando o miolo de zaga do time titular ao lado de Vitor Hugo. Regularmente chamado para defender a seleção paraguaia, o estrangeiro acumula oito gols em 54 jogos com a camisa do Palmeiras.

De seus oito gols, Gomez marcou cinco em 2019 e igualou históricos zagueiros da história palmeirense. O colombiano Yerry Mina (2017), Vitor Hugo (2016), Luís Pereira (1971 e 1972) e Bianco Gambini (1916) também balançaram as redes cinco vezes na mesma temporada.

Arboleda, por sua vez, desembarcou no Morumbi em 2017. Logo na sua temporada de estreia pelo São Paulo, o zagueiro equatoriano teve de participar de uma campanha no Campeonato Brasileiro marcada pela luta contra o rebaixamento, que só não se concretizou muito por conta das grandes atuações e liderança de Hernanes.

Após 101 jogos com a camisa tricolor, Arboleda se transformou em um titular intocável, muito bem quisto pelos são-paulinos e poupado pelas torcidas organizadas em momentos de protestos contra o time. Completando três anos como atleta do São Paulo, o equatoriano provou ter sido um grande acerto do departamento de scout do clube, que investiu apenas R$ 6 milhões para tirá-lo da Universidad Catolica, do Equador.

Atualmente Arboleda é o oitavo estrangeiro que mais vezes defendeu o São Paulo na história. Na vitória contra o Avaí, por 1 a 0, o zagueiro equatoriano ultrapassou o ex-volante Claudio Maldonado em grande estilo, marcando o gol do triunfo tricolor no estádio do Morumbi. Agora, apenas Renganeschi (107 jogos), Antonio Sastre (129 jogos), Diego Lugano (213 jogos), Pablo Forlán (243 jogos), Pedro Rocha (393 jogos), Darío Pereyra (453 jogos) e Jose Poy (525 jogos) estão à frente do defensor.

Futebol