Conteúdo por Gazeta Esportiva

Grupo pró-Neymar faz protesto em frente à delegacia: “Golpe não”

Atualizado

Um grupo com dezenas de manifestantes compareceu à porta da 6ª Delegacia de Defesa à Mulher, em Santo Amaro, na Zona Sul de São Paulo, para protestar a favor de Neymar. O contingente chegou pouco depois do jogador e chamou a atenção da imprensa com uma faixa e gritos de apoio ao jogador.

Na chamativa faixa amarela erguida em apoio a Neymar constavam frases de ordem, como “Que a verdade seja dita” e “Golpe não”.

Os cânticos a favor e Neymar também demoraram a cessar. Os manifestantes gritavam “Mercenária” e “Vai, mentirosa”, se referindo à modelo Najila Trindade, responsável pela acusação de estupro, além de “Neymar, Neymar” e até mesmo o Hino Nacional do Brasil.

Um dos manifestantes, inclusive, fazia uma coreografia enquanto entoava os cânticos. Ele mexia os braços formando a letra “t”, em alusão à expressão “É tois” que se tornou uma marca de Neymar e seus amigos no início de sua carreira, quando ainda defendia o Santos.

Este é o segundo depoimento de Neymar em relação ao seu envolvimento com Najila Trindade. No dia 6, o jogador foi ao Rio de Janeiro para prestar depoimento sobre o vazamento de fotos íntimas da modelo, fato que se enquadra em crimes virtuais. Na ocasião, o jogador também não falou com a imprensa depois de permanecer no local por aproximadamente uma hora e 40 minutos.

Futebol