Conteúdo por Gazeta Esportiva

Há 36 anos, Sócrates fazia seu último jogo pelo Corinthians

Sócrates, do Corinthians. com a camisa corintiana da campanha “Dia 15 vote”, durante o Campeonato Paulista de 1982

A despedida de Sócrates do Corinthians completa 36 anos nesta quarta-feira. No dia 10 de junho de 1984, o Timão realizou um amistoso contra o Santos, da Jamaica, no Estádio Nacional de Kingston e perdeu por 2 a 1. O autor do único gol da equipe brasileira foi justamente o camisa 8, que balançou as redes pela última vez com a camisa do Alvinegro.

O gol de Sócrates foi o primeiro da partida. No entanto, os jamaicanos buscaram a virada e evitaram o triunfo do Corinthians na despedida de um dos grandes ídolos de sua história.

Magrão, como era conhecido por conta de seu porte físico, disputou um total de 297 partidas pelo Alvinegro, somando 172 gols e participando de três conquistas do Campeonato Paulista, nos anos de 1979, 1982 e 1983.

Além dos feitos dentro de campo, Sócrates ficou conhecido por seu engajamento político. O ex-jogador teve participação ativa no movimento “Diretas Já”, em 1980, que clamava por eleições diretas para a Presidência da República. O ídolo do Timão também foi um dos idealizadores da “Democracia Corinthiana”.

Sócrates faleceu aos 57 anos no dia 4 de dezembro de 2011. A data ficou marcada na história do Corinthians. Afinal, além a perda de uma importante figura de sua história, o clube conquistou o Campeonato Brasileiro após um empate em 1 a 1 contra o Palmeiras.

Futebol