Hemerson Maria é apresentado como técnico do Joinville

Treinador assume o Tricolor a partir da sexta rodada do Catarinense

Carlos Junior/ND

Presidente Nereu Martinelli (à esq.) reapresentou Maria na tarde de segunda (15), no CT

Se a manhã de segunda-feira (15) foi de reunião e decisões no Joinville, a tarde foi de apresentação. Em coletiva de imprensa convocada pelo presidente do clube, Nereu Martinelli, o técnico Hemerson Maria foi apresentado como o novo treinador do Joinville. A notícia não causou surpresa, conforme o ND antecipou ainda no domingo. O auxiliar-técnico Emerson Nunes e o preparador físico Alexandre Souza, que estava no JEC até dezembro de 2015, também foram contratados.

O treinador assume a vaga de PC Gusmão, que foi demitido após uma vitória, dois empates e duas derrotas em cinco jogos na temporada. “Estamos bancando o retorno dele [Hemerson Maria]. Tentamos inovar trazendo dois homens que não tiveram sucesso. Renovar é se reciclar, se aprimorar. Tenho aqui do lado um cara muito inteligente. Ele preferiu cuida da vida dele, estudar. Está voltando muito melhor do que quando saiu”, destacou Martinelli, ao reapresentar Hemerson Maria. “Esse cidadão foi injustiçado. Não foi o presidente que o demitiu, foi um grupo de pessoas”, argumentou, sobre a saída de Maria, em junho de 2015, depois de 18 meses no comando do clube.

Maria deixou o JEC em junho do ano passado após começo melancólico da Série A com cinco jogos disputados, um empate e quatro derrotas e apenas um gol marcado. À época pesou contra Maria o insucesso no Campeonato Brasileiro e pressão da direção em relação a utilização dos reforços contratados como William Henrique, Niltinho, Rafael Costa.

“Penso que é um momento diferente. Estamos numa equipe grande dentro do cenário nacional e catarinense. Não existe unanimidade e como daquela vez vou ter de superar tudo com trabalho. Não é o momento de haver divisão ou lamentar preferências”, comentou Maria, ao comparar esse momento com sua chegada ao clube pela primeira vez no final de 2013.

No comando do Joinville, Maria teve 87 jogos disputados, com 39 vitórias, 26 empates, 22 derrotas, 102 gols feitos, 74 gols sofridos, um aproveitamento de 54,78%, de acordo com os números do estatístico do JEC, Anderson Miranda.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Esportes

Loading...