Hemerson Maria elogia a performance, mas admite buscar maturidade para se consolidar no G4

Atualizado

Ruan Renato [batendo continência] autor do segundo gol, o da vitória sobre o Botafogo-SP – Matheus Dias/FFC

O técnico Hemerson Maria concedeu entrevista após a vitória sobre o Botafogo, 2 a 1, a terceira do Figueirense na competição. O técnico exaltou a postura do time que somou 20 finalizações ao longo da partida que já é considerada por muitos como a melhor do ano alvinegro.

Leia mais

No início da competição, em determinada entrevista coletiva, Maria afirmou que seu time não estava pronto para subir à Série A. Ao ser questionado sobre o time estar maduro após mais uma vitória e a aproximação real do G4, o técnico admitiu a evolução de lá para cá, mas entende ainda que seu grupo ainda não atingiu o nível, na sua opinião, ideal.

O técnico ainda revelou que o grupo de jogadores não está fechado e que o clube, dessa maneira, segue no mercado de transferências em busca de algumas peças de reposição.

Na contramão, também revelou que alguns jogadores devem deixar o grupo como os casos do zagueiro/lateral Brunetti, que foi resolver uma questão envolvendo seu passaporte, e o meia Alípio que o treinador argumentou que não vive um bom momento técnico.

Sobre a parada da Copa América o técnico minimizou os possíveis efeitos. Disse que os dias de descanso e preparação podem ser importantes para o grupo.

Os atletas devem se reapresentar na outra terça-feira (18), no CFT do Cambirela, onde deve acontecer toda a “pré-temporada”.

Antes de voltar a jogar pela Série B, dia 13 de julho, contra o América (MG), o Figueirense decide a Recopa Catarinense contra o Brusque, em dois jogos. Dias 4 e 7 de julho.

Futebol