Hemerson Maria valoriza o título da Recopa, mas lembra longo caminho até o objetivo final

Atualizado

Rafael Marques, abraçado com Willian Popp, autor do gol do título do Figueirense – Matheus Dias/FFC

O técnico Hemerson Maria falou após a vitória por 1 a 0 sobre o Brusque e o consequente título da Recopa Catarinense 2019. O comandante alvinegro valorizou o resultado e o título conquistados sobre o Brusque. Ele exemplificou com a atuação do time de Waguinho Dias para exaltar o resultado conquistado a partir do gol de Rafael Marques.

Leia mais

Apesar de todas as felicitações ele lembrou que há um longo caminho a seguir tanto no calendário quanto no principal objetivo que é o retorno à Série A, ao final da temporada.

“Fizemos 30 jogos com esse, espero que ao final dos outros 30 que ainda nos restam da Série B, nós possamos comemorar de novo”, apontou, sorrindo, o técnico campeão.

Sobre a situação envolvendo os salários atrasados,  Hemerson Maria confirmou o episódio. No início da noite de quarta-feira, véspera da decisão, os jogadores resolveram abdicar da concentração em protesto aos vencimentos atrasados. Os atletas reapresentaram-se na manhã desta quinta, realizaram duas refeições antes da preleção e do jogo contra o Brusque. Maria revelou um pedido de “profissionalismo”.

“Eu falei para eles que não queria ver ninguém em shopping e em balada, precisamos de profissionalismo”, revelou.

O técnico admitiu o atraso e falou em um repasse de “só 35% dos vencimentos”, mas preferiu não se estender no tema e deixou para os dirigentes responderem.

O grupo se reapresenta na manhã desta sexta-feira e treina na parte da manhã, no CFT do Cambirela. A tarde o Figueirense recebe o Avaí, no estádio Orlando Scarpeli, pela 7ª rodada do campeonato brasileiro de Aspirantes. O jogo começa às 15h e será com portões abertos. Alguns atletas do time principal serão usados no clássico da tarde para “pegarem experiência”.

Futebol