Conteúdo por Gazeta Esportiva

Henrique lamenta derrota e situação difícil do Cruzeiro: “Temos que ter força”

Derrota para o Vasco deixa o Cruzeiro em condição ainda mais delicada (Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro)

O Cruzeiro está em situação cada vez mais complicada no Campeonato Brasileiro. Pela 36ª rodada, a Raposa foi derrotada para o Vasco em São Januário e desperdiçou a chance de sair da zona do rebaixamento. Após a partida, o capitão Henrique lamentou o resultado e reconheceu a dificuldade da condição da equipe celeste na briga contra a queda inédita.

“É muito difícil falar depois de uma derrota, onde havia possibilidade de sairmos da colocação que nos encontramos. Temos que ter forças. Agora é um jogo dificílimo contra o Grêmio, onde não podemos baixar a guarda. Sabemos que cada vez se torna mais difícil. Temos que vencer os dois jogos, fora contra o Grêmio e em casa contra o Palmeiras. Não dependemos só de nós. Se temos possibilidades, vamos correr atrás. Não podemos lamentar o que passou. Dois jogos, vamos buscar duas vitórias e torcer”, declarou o volante em entrevista ao canal Sportv.

Perguntado sobre a influência da pressão sofrida pelos jogadores cruzeirenses, Henrique afirmou que o time sente o mau momento e acaba demonstrando isso em campo.

“Jogamos em uma grande instituição, mas chega um momento em que as coisas não vão dando certo e chega a ansiedade, a bola acaba acelerando. Temos que ter forças. Muitos já viveram isso, muitos não. Temos que tirar forças para buscar vencer os dois jogos e torcer pelo resultado negativo do Ceará”, finalizou.

Com o resultado, o Cruzeiro permaneceu na 17ª colocação com 36 pontos, dois a menos que o Ceará, primeira equipe fora da zona de rebaixamento. Agora, o Cruzeiro entra em campo na quinta-feira (5), às 19h15 (de Brasília), quando enfrenta o Grêmio, na Arena, precisando da vitória.

Futebol