Identidade do atleta que sofreu parada cardiorrespiratória é divulgada pelo Avaí

O Avaí divulgou a identidade do atleta da equipe sub-17 que sofreu uma parada cardiorrespiratória na manhã desta terça-feira (14). Trata-se do atacante Vitor Flexa de Araújo, de 17 anos, que treinava normalmente com o restante do elenco. As informações foram repassadas em nota oficial do clube.

Atacante Vitor Flexa de Araújo participou da vitória do Avaí por 2 a 0 diante do Metropolitano, no último dia 8, no CFA, pelo Estadual – Alceu Atherino Neves/Avaí FC

Segundo o Avaí, Vitor treinava em quadra coberta ao lado do CFA (Centro de Formação de Atletas), anexo à Ressacada, no Sul da Ilha, quando sofreu o mal súbito.

“O atacante foi prontamente atendido pela equipe do clube, médico Sérgio Campos de Mello Junior e socorrista Gilberto Fernandes, que realizaram manobras de ressuscitação”, detalhou o clube.

Após a reversão da parada cardiorrespiratória, o jogador foi levado pelo helicóptero Arcanjo, do Corpo de Bombeiros, ao Imperial Hospital de Caridade, no Centro da Capital, onde está internado e passa por exames, com melhora parcial.

“A pronta intervenção da equipe médica do clube foi fundamental para a ressuscitação do atleta, com uso de equipamentos do clube e medicação endovenosa”, continua a nota.

O Avaí também elogiou o atendimento do helicóptero Arcanjo, formado por bombeiros e profissionais do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência)

Segundo o médico Sérgio Mello, o fato de o atendimento ter sido imediato foi decisivo para a vida do jogador, “que sofreu a parada sem qualquer trauma. Ele caiu no gramado desacordado”.

O clube ainda informou que está dando todo o suporte ao jogador e seus familiares, “avisados tão logo o atleta foi atendido”.

Natural de Belém do Pará, Vitor participou da vitória do Avaí por 2 a 0 diante do Metropolitano, na última quinta-feira (8), partida válida pelo Campeonato Catarinense.

Leia também: 

Mal súbito ocorreu em treinamento

Durante a manhã desta terça-feira, Vitor Flexa sofreu uma parada cardiorrespiratória durante os treinos da equipe sub-17.

Após a chegada da equipe de helicóptero Arcanjo, do Corpo de Bombeiros, os procedimentos para reanimar o jovem continuaram com a aplicação de drogas vasoativas para estimular os batimentos do coração e do desfibrilador.

Segundo os bombeiros, foi necessário cerca de 20 minutos e três choques, com o uso de desfibrilador, para restabelecer os batimentos cardíacos.

Após o sucesso no procedimento de reanimação do atleta, ele foi conduzido ao Hospital de Caridade para receber tratamento especializado.

Atleta foi levado para o Imperial Hospital de Caridade, no centro – Divulgação/Arcanjo

Confira a nota do Avaí na íntegra:

Atendimento ao atleta Vitor Flexa de Araújo – Nota do clube

O Avaí Futebol Clube informa que seu atleta Vitor Flexa de Araújo, 17 anos (25/02/2002), sofreu uma parada cardiorrespiratória enquanto treinava na manhã desta terça-feira (14/05), em quadra coberta ao lado do CFA. O atacante foi prontamente atendido pela equipe do clube, médico Sérgio Campos de Mello Junior e socorrista Gilberto Fernandes, que realizaram manobras de ressuscitação. Após a reversão da parada cardiorrespiratória, o jogador foi levado pelo helicóptero Arcanjo ao Hospital de Caridade, onde encontra-se internado e passa por exames, com melhora parcial.

A pronta intervenção da equipe médica do clube foi fundamental para a ressuscitação do atleta, com uso de equipamentos do clube e medicação endovenosa. O suporte dado pelo helicóptero Arcanjo, do Corpo de Bombeiros, que chegou em seguida ao local, também foi preponderante para reversão e estabilização do quadro. Segundo o médico Sérgio Mello, o fato de o atendimento ter sido imediato foi decisivo para a vida do jogador, que sofreu a parada sem qualquer trauma. Ele caiu no gramado desacordado.

O Avaí agradece sua equipe médica pela pronta atuação e também ao Corpo de Bombeiros, pelo rápido socorro da equipe do helicóptero Arcanjo. O clube também está dando todo o suporte ao jogador e seus familiares, avisados tão logo o atleta foi atendido.

Mais conteúdo sobre

Futebol