Conteúdo por Gazeta Esportiva

Ídolo e decisivo pelo São Paulo, Fabão completa 44 anos

Poucos zagueiros são tão bem lembrados pela torcida do São Paulo quanto Fabão. O defensor, que nesta segunda-feira completa 44 anos, teve uma passagem muito vencedora pelo time do Morumbi, tendo conquistado títulos importantes e marcado gols decisivos pelo Tricolor.

Fabão desembarcou no São Paulo em 2004, quando foi contratado após se destacar pelo Goiás. Logo em seu primeiro ano no clube, tornou-se titular e peça importante do sistema defensivo. Ainda em fevereiro daquele ano, marcou o único gol da vitória sobre o Corinthians, pelo Paulistão.

O ano de 2005 seria mágico para Fabão no Tricolor. O zagueiro fez parte de um trio de defensores centrais que ficaria marcado na história do clube, tendo conquistado a Libertadores e o Mundial naquela temporada. O jogador foi fundamental na campanha do título da competição continental, já que marcou um gol na partida de volta da semifinal contra o River Plate, na Argentina, e outro no segundo jogo da decisão contra o Atlético Paranaense.

Ainda em 2005, Fabão foi um dos melhores em campo na vitória de 1 a 0 sobre o Liverpool, na final do Mundial. Apesar de Mineiro ser o jogador mais lembrado pelo gol que marcou, o zagueiro teve atuação de destaque na retaguarda, tirando muitas bolas por cima e por baixo. Além disso, o defensor participou da origem da jogada do tento, com um belo lançamento para Aloísio.

No ano seguinte, Fabão viria a ser novamente decisivo em uma conquista do São Paulo, ao marcar o único gol do time contra o Atlético Paranaense, no empate por 1 a 1 que garantiu o título do Brasileirão para a equipe do Morumbi. Na temporada seguinte, o zagueiro se despediu do Tricolor para atuar pelo Kashima Antlers, do Japão. Ao todo, o jogador disputou 170 partidas pelo São Paulo, com 15 gols marcados.

Futebol