Conteúdo por Gazeta Esportiva

Internacional não joga bem e fica no empate com o Tolima pela Libertadores

Atualizado

Inter e Tolima ficaram no 0 a 0 na Colômbia

O Internacional ficou no empate pelo jogo de ida da terceira fase da Copa Libertadores. Nesta quarta-feira, o Colorado visitou o Tolima no Estádio Manuel Murillo Toro, na Colômbia, e saiu de campo com um 0 a 0. Em jogo de poucas emoções, a equipe gaúcha deixou a definição da vaga na fase de grupos para a partida de volta.

Com o resultado, um novo 0 a 0 no jogo de volta leva a decisão para a disputa de pênaltis. Caso haja empate com gols, os colombianos ficam com a vaga devido ao critério do gol qualificado. Se houver vitória de qualquer uma das equipes, por qualquer placar, a classificação vai para o vencedor.

As duas equipes voltam a se enfrentar na próxima quarta-feira (26), às 21h30 (de Brasília), no Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre. Quem se classificar, entrará no Grupo E do torneio continental, junto com Grêmio, América de Cali-COL e Universidad Católica-CHI.

O jogo

Mesmo jogando fora de casa, o Internacional criou as primeira chances de perigo da partida. Aos seis minutos, Boschilia tabelou com Lindoso e chutou, exigindo boa defesa de Montero. Pouco depois, Marcos Guilherme cobrou escanteio na cabeça de Guerrero, que mandou para fora.

A partir de então, o duelo perdeu qualidade técnica, com ambas as equipes abusando dos passes errados. Com Guerrero pouco acionado, o Colorado passou a chegar menos no campo do adversário. O Tolima também pouco ameaçou a meta brasileira, com apenas duas oportunidades na primeira etapa.

No segundo tempo, o nível se manteve. O Inter dominou a posse de bola, porém com pouca agressividade no campo de ataque. Os colombianos, por sua vez, não adiantaram a marcação e se posicionaram em sua metade do gramado, aguardando por um erro do Colorado.

E aos 17 minutos, o erro veio. Rodrigo Lindoso tentou o passe no meio, mas acabou entregando nos pés de Rodrigúez. O atacante avançou e soltou para Campaz, que ficaria sozinho, na cara de Lomba, se Bruno Fuchs não aparecesse para desarmar e salvar o Internacional.

Aos 22 minutos, Coudet tentou mudar o ritmo da equipe gaúcha ao colocar D’Alessandro. Contudo, a alteração quase não fez efeito e o Inter seguiu com a bola por muito mais tempo que o adversário, mas sem conseguir marcar o desejado gol fora de casa.

Nos acréscimos, os brasileiros tentaram apertar mais o Tolima para tirar o zero do placar. Boschilia e Bruno Fuchs levaram perigo em finalizações de fora da área, porém pararam em boas intervenções de Montero, que garantiu o 0 a 0 até o apito final.

FICHA TÉCNICA:

TOLIMA (COL) 0 X 0 INTERNACIONAL (BRA)

Local: Estádio Manuel Murillo Toro, Ibagué, Colômbia

Data: 19 de fevereiro, quarta-feira

Hora: 21h30 (de Brasília)

Árbitro: Roberto Tobar (CHI)

Assistentes: Alejandro Molina (CHI) e Claudio Urrutia (CHI)

Cartões amarelos: Gordillo (Tolima); Cuesta, Bruno Fuchs (Internacional)

TOLIMA: Montero; Castrillón, Quiñónes, Moya e Banguero; Gordillo, Robles; Campaz, Albornoz (Cataño) e Estupiñan (Miranda); Rodríguez (Rojas).

Técnico: Hernán Torres

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Rodinei, Bruno Fuchs, Víctor Cuesta e Uendel; Musto; Edenilson, Rodrigo Lindoso e Gabriel Boschilia; Marcos Guilherme (D’Alessandro) e Paolo Guerrero.

Técnico: Eduardo Coudet

Futebol