Conteúdo por Gazeta Esportiva

João de Deus prega pés no chão no Flamengo: “Não somos campeões de nada”

O Flamengo até saiu atrás do placar no Maracanã, porém virou para cima do Bahia e saiu de campo com uma vitória por 3 a 1. O Rubro-Negro não contou com a presença de Jorge Jesus no banco, pois o treinador cumpriu suspensão pelo terceiro cartão amarelo.

Dessa forma, o assistente João de Deus comandou o Mengão na beira do campo. O português concedeu entrevista coletiva após a partida e garantiu que o clube tem consciência de que ainda não assegurou o título do Campeonato Brasileiro, apesar da ótima pontuação.

“Não temos pressão nenhuma porque não somos campeões de nada. Temos uma vantagem mas se não ganharmos os próximos jogos a vantagem dilui-se rapidamente. Não tem essa história de campeão. São 18 pontos em disputa e tomara que conquistemos todos. Seria sinal de título. Temos uma vantagem, mas se vacilarmos ela vai embora”, afirmou o assistente.

João de Deus também minimizou a ausência de Jorge Jesus à beira de campo, acrescentando que o treinador foi o responsável pela montagem da estratégia do confronto.

“O fato de estar dirigindo a equipe pressupõe um trabalho muito forte que sempre fazemos, e é feito pelo nosso treinador. Todos nós nos sentimos confortáveis porque a preparação do jogo foi feita pelo nosso chefe. De alguma forma, todo mundo ficou muito tranquilo. O trabalho de casa foi bem feito”, completou.

Com o resultado, o Flamengo chegou aos 77 pontos no Brasileirão, dez a mais do que o segundo colocado Palmeiras. Na próxima rodada, a equipe terá pela frente o Grêmio, no domingo, às 16h, em Porto Alegre.

Futebol