Conteúdo por Gazeta Esportiva

João Félix terá cláusula de rescisão mais cara da história do Atlético de Madrid

Iminente vencedor da disputa com alguns dos maiores clubes do mundo pelo jovem português João Félix, o Atlético de Madrid não apenas deve desembolsar uma quantia recorde para contratar o meia-atacante junto ao Benfica, como deve propor a promessa lusa um contrato visando proteger-se do assédio dos possíveis concorrentes em um futuro próximo.

De acordo com o jornal espanhol As, os colchoneros irão colocar uma cláusula de rescisão contratual de 350 milhões de euros (cerca de R$ 1,5 bilhão) no acordo com Félix, o maior valor da história do Atlético de Madrid. O acordo pela contratação junto ao Benfica deve custar 120 milhões de euros (cerca de R$ 521 milhões).

Disposto a blindar a principal promessa portuguesa desde Cristiano Ronaldo, o Atlético irá propor uma cláusula, inclusive, maior que a de suas principais estrelas das últimas temporadas: Diego Costa e Antoine Griezmann. Tanto o hispano-brasileiro quanto o francês, que não seguirá no clube, tinham valores estimados em 200 milhões de euros (cerca de R$ 869,1 milhões) para romperem o vínculo.

Apesar de ter tentando segurar João Félix mediante o assédio de times como a Juventus, Manchester United e Barcelona, o clube português não suportou o interesse do Atlético de Madrid, que se dispôs a chegar a sua cláusula de rescisão junto aos encarnados. O jovem é um dos pilares do processo de reconstrução da equipe comandada por Diego Simeone.

Futebol