Jogo para grandes jogadores

Estadual 2012. Argel aposta na qualidade de Ramon para vencer o Criciúma e voltar à zona de classificação do campeonato

 

Carlos Junior/ND

Ramon agradou Argel contra o Metropolitano e vai para o jogo no domingo

 

    Vinte um títulos estaduais, sete finais disputadas, 175 confrontos na história e apenas uma vitória a mais do Joinville. Não há dúvida de que o clássico entre JEC e Criciúma é um dos maiores do Estado. Neste domingo, às 16h, na Arena, o duelo ainda vale a liderança do returno. O Tigre soma 15 pontos e está na frente, mas poderá ser ultrapassado desde que o Tricolor vença a partida. Num jogo como este, o diferencial pode ser o talento. E o técnico Argel Fucks aposta na qualidade de Ramon para conquistar a vitória. “Grandes jogos são para grandes jogadores e, por isso, preservamos o Ramon para este confronto”, explica o treinador.

   Ramon não era titular desde 12 de fevereiro, quando enfrentou justamente o Criciúma, no Sul do Estado. Naquele jogo, o meia permaneceu em campo durante os 90 minutos. Depois disso, sofreu com as seguidas lesões. Só voltou a aparecer no segundo tempo das partidas contra o Camboriú, em Camboriú, e diante do Metropolitano, em Joinville.

   Frente aos blumenauenses, criou três grandes oportunidades e conquistou Argel. “Gostei dele no segundo tempo contra o Metropolitano. Por isso, decidi preservá-lo em Chapecó. Sabia que ele será fundamental nos próximos jogos diante do Criciúma e Avaí”, completa o comandante.

     A confiança do treinador é tão grande que Ramon ganhará a braçadeira de capitão no domingo. Há dez jogos, período no qual o Joinville é comandado por Argel, a tarja pertencia ao atacante Lima. “Temos vários lideres no grupo, o Ivan, Eduardo, Pedro Paulo, Ricardinho, Lima e o Ramon. Decidi, desta vez, dar a faixa a ele”, respondeu, sem apresentar uma grande justificativa para a mudança.

   Ramon demonstra satisfação por voltar ao time. Segundo ele, a ideia de preservá-lo foi muito discutida com Argel. Agora, diz se sentir melhor do que na semana passada. “Eu quero jogar todas as partidas, mas para isso acontecer, preciso estar bem fisicamente.”

Cinco mudanças em relação à última partida

     Um dos grandes problemas para Argel é a série de mudanças na equipe em relação ao último jogo contra a Chapecoense, em Chapecó. Ao todo, são cinco alterações no time. No gol, o jovem Jhonatan, de 20 anos, substituirá Ivan, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Será a estreia profissional de Jhonatan no Tricolor.

    A defesa ainda terá outras duas substituições. Eduardo, suspenso pela expulsão em Chapecó, dará lugar a Tiago Real na lateral direita. Na zaga, Linno retorna após cumprir suspensão e ocupará a vaga de Enio, que não foi bem no Oeste e sequer está relacionado para a partida deste domingo.

    No meio-campo, Fabiano Silva também cumpriu suspensão e está de volta. Em Chapecó, ele foi substituído por Natan que, a exemplo de Enio, não foi bem. Natan é outro jogador fora da lista de relacionados para o clássico na Arena.

    Completa a lista de mudanças o meia Ramon. No banco de reservas, Argel terá à disposição o goleiro Daniel, o lateral esquerdo Badé, o zagueiro Maurício Nascimento, o volante Carlos Alberto, o meia João Henrique e os atacantes Cristiano e Alex.

    No Criciúma, o grande desfalque é o atacante Zé Carlos, vice-artilheiro do Campeonato Catarinense. Ele levou o terceiro cartão amarelo contra o Figueirense, no meio da semana, e está fora do clássico. Em seu lugar pode entrar Douglas, que fará sua estreia. No entanto, o técnico Sílvio Criciúma ainda não confirmou quem será a referência ofensiva. Além de Douglas, ele tem a opção do argentino Andres Romero e até Cristiano, meia.

Acesse e receba notícias de Joinville e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo