Joinville deve contratar um ou dois atacantes

Superintendente de futebol do JEC, João Carlos Maringá, diz que reforços no setor ofensivo são prioridades

Carlos Junior/Arquivo/ND

João Carlos Maringá (à esq.) trabalha com o presidente Nereu Martinelli para reforçar o Tricolor ainda no Catarinense

As saídas de Trípodi e Gustavo Sauer, além dos jovens zagueiros André Baumer e Igor, abriram espaço para que o Joinville vá ao mercado antes mesmo do término do Campeonato Catarinense.

Antes mesmo de a bola rolar para Inter x JEC, em Lages, pela sétima rodada do Estadual, o superintendente de futebol do Tricolor, João Carlos Maringá, garantiu que reforços deve chegar, mesmo que o planejamento fosse para que as contratações viessem só para a Série B. “A prioridade é um ou dois atacantes seria muito bem-vindo. Temos jogadores [em negociação], principalmente do Campeonato Paulista. O atleta que está encaminhado, que não é do Campeonato Paulista, vai deixar o torcedor bem feliz”, destacou Maringá, em entrevista à Rádio 89FM.

A medida, segundo o dirigente, se deve ao baixo rendimento da equipe na temporada 2016, mesmo que a base da Série A, disputada no ano passado, tenha sido mantida.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Esportes

Loading...