Joinville já mandou a campo em 2016 seis atletas formados em casa

Goleiro Jhonatan, Danrlei, Gustavo Sauer e Willian Popp estão entre os titulares da temporada

Carlos Junior/Arquivo/ND

Goleiro Jhonatan (centro), mesmo jovem, é um dos conselheiros dos atletas vindos da base do Tricolor

Muito embora o torcedor ainda aguarde por participações efetivas dos jogadores da base, como os atacantes Juninho e Adriano e do meia Jonathan, destaques do time sub-20 de 2015, o Joinville mostra estar num ano promissor em relação ao aproveitamento das categorias de base. No papel, 13 jogadores oriundos das “escolinhas” do clube compõem o plantel principal, sob o comando do técnico PC Gusmão, que conta com 31 jogadores, incluindo o lateral-esquerdo Héracles, que voltou aos treinamentos na segunda-feira.

Na prática, seis atletas “criados” em Joinville entraram em campo pelo Tricolor no Campeonato Catarinense. Na primeira partida, diante do Guarani, em Palhoça, PC Gusmão escalou Danrlei, Gustavo Sauer e Willian Popp entre os titulares. O trio fazia parte do time sub-20 do Coelho em 2013, quando a equipe foi vice-campeã do Estadual sob o comando de Fernando Gil. Além disso, na segunda etapa da partida de estreia, o meia Jonathan Ramos vestiu a camisa tricolor pela primeira vez e o volante Kadu, titular na reta final da Série A de 2015, também entrou na partida.

No segundo jogo do ano, em casa, contra o Figueirense, apenas Popp e Sauer iniciaram como titulares, mas Danrlei entrou no segundo tempo. Três também foi o número de atletas ex-base que entrou em campo diante do Criciúma, no Sul do Estado. Sauer outra vez foi titular, assim como Danrlei, que atuou como volante e zagueiro. O estreante da vez foi o goleiro Jhonatan, que substituiu o suspenso Agenor. “Fico feliz porque era uma oportunidade que eu esperava. Tive muita evolução na base do clube. Vendo os meninos subindo, sei como não é fácil pela responsabilidade. Eu não tive isso porque eu treinava bastante e tem uns meninos que estão subindo e já jogando. Sempre tento conversar com eles para ter calma e paciência”, comentou o goleiro.

Como comparativo, até os três primeiros jogos do Catarinense de 2015, apenas três atletas oriundos da base tinham sido utilizados: Danrlei, Kadu e Fernando Viana. Durante todo o ano passado, à exceção do jogo diante do Metropolitano na última rodada do hexagonal, em que o JEC jogou com reservas e atletas da base, nove atletas formados no Tricolor entraram em campo pela equipe. Além dos três já citados, também atuaram em jogos oficiais Joãozinho, Luis Meneses, Willian Popp, Rafael Furlan, Mateus Silva e Juninho.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Esportes

Loading...