Lateral brasileiro do Bayer Leverkusen diz que empate com a Roma foi ‘uma loucura’

Wendell deu assistência para o gol de Mehmedi, que deixou tudo igual no fim do jogo

Divulgação

O cronômetro indicava 40 minutos e 35 segundos do segundo tempo quando Wendell invadiu a área pelo lado esquerdo de ataque do Bayer Leverkusen. O placar marcava 4 a 3 para a Roma. O passe de Kampl veio na medida para o lateral brasileiro, que nem precisou dominar e logo cruzou rasteiro para o meio da área. Mehmedi completou para o gol e deixou tudo igual em uma noite inesquecível para quem compareceu à BayArena pela terceira rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões de Europa.

– Quando eu passei por trás do Kampl eu já fui olhando para área. Tinha muita gente lá dentro. Faltava pouco tempo para acabar o jogo e qualquer lance poderia ser decisivo. Então eu só enquadrei o corpo e joguei forte lá para dentro, porque tinha gente nossa chegando no segundo pau. Fiquei muito feliz com o gol. Não merecíamos perder. Foi uma loucura tudo o que aconteceu – comenta Wendell.

Wendell se refere ao modo como o jogo se desenvolveu. Os donos da casa ditaram o ritmo no início e com 20 minutos Chicharito Hernández já havia marcado duas vezes. A Roma acordou, De Rossi também fez dois gols e mandou as equipes empatadas aos vestiários. O intervalo fez bem aos visitantes, que viraram com Pjanić e ampliaram com Falqué. Tudo se encaminhava para a primeira vitória dos italianos na atual edição, mas Kampl descontou aos 39 e Wendell cruzou para Mehmedi dar números finais.

Com o empate, o Bayer chegou aos quatro pontos e segue na segunda posição do grupo E, dentro da zona de classificação à próxima etapa. O Barcelona lidera com sete, o Bate aparece em terceiro com três e a Roma ocupa a lanterna com dois.

– É um grupo disputado, sabíamos que seria assim. Nossa meta é passar de fase e estamos construindo uma pontuação que nos permite isso. É manter o foco, somar pontos nesses próximos três jogos e manter a distância para quem está atrás. A Champions é muito equilibrada, por isso que o ideal é pensar por partes – conclui o brasileiro.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Esportes

Loading...