Conteúdo por Gazeta Esportiva

Lateral na base e meia na Bélgica, reforço do Santos pode repetir função de Lucas Veríssimo

Luan Peres pode repetir função de Lucas Veríssimo pela esquerda (Reprodução)

O técnico Jorge Sampaoli tenta criar funções diferentes para os jogadores do Santos. No caso de Luan Peres, a vida do argentino será facilitada. O zagueiro emprestado pelo Brugge até dezembro de 2020 é canhoto, era lateral-esquerdo nas categorias de base e foi testado como meia na Bélgica.

Sampaoli vê Luan capaz de repetir função desempenhada por Lucas Veríssimo na direita em alguns jogos do Campeonato Brasileiro – a de “central lateral” pela esquerda – variação utilizada contra equipes de transições rápidas e pontas habilidosos. O nome foi aprovado pela comissão técnica e também por Paulo Autuori, diretor do Fluminense durante a passagem do defensor, em 2018.

Com 1,90 m de altura, Luan Peres é técnico, mas não tão rápido, e tem facilidade de atuar em linha de três zagueiros. Ele, porém, precisará de um tempo considerável para recuperar a forma física ideal no CT Rei Pelé.

O atleta de 25 anos não se adaptou na nova função no Brugge e sai sem ter sido titular. Foram seis jogos na última temporada europeia, o último deles com um minuto em campo no dia 19 de maio, contra o Royal Antwerp. Antes, ele atuou diante do Lokeren e Atlético de Madrid em dezembro, Deinze em setembro e Antwerp e Mouscroun em agosto de 2018. No total, foram apenas 78 minutos.

O Peixe investirá 250 mil euros (cerca de R$ 1 milhão) pela liberação, além de aproximadamente R$ 300 mil em comissão. O valor de compra foi fixado em 5 milhões de euros (R$ 21 milhões). Os salários serão pagos pelo Alvinegro. Luan viajará na noite desta sexta-feira rumo ao Brasil para exames médicos.

Luan Peres começou na Portuguesa e atuou no Santa Cruz, Red Bull Brasil, Ituano, Ponte Preta e Fluminense. Ele estava no Brugge desde junho de 2018, quando foi contratado por R$ 2 milhões.

Luan Peres e Lucas Venuto são os reforços de número 13 e 14 do Santos em 2019, contando com Pará, ex-Flamengo, também com os exames médicos pendentes. Antes chegaram Evandro, Soteldo, Felipe Aguilar, Everson, Cueva, Jean Lucas (agora no Lyon (FRA), Felipe Jonatan, Jorge, Jobson, Marinho e Uribe.

Mais conteúdo sobre

Futebol