Lima fica ou sai?

      Se depender da diretoria do Joinville, o atacante Lima ficará no Tricolor. Pelo menos, é o que garante o diretor de futebol, Nereu Martinelli. Segundo ele, a única chance de o artilheiro deixar o clube será com o pagamento da multa rescisória – estimada em R$ 1,2 milhão. “Já falei ao Lima que ele não sai. Série A é bom, mas ele tem um compromisso com o Joinville até o fim do ano. E nós contamos com ele porque temos um planejamento a ser seguido”, explicou o dirigente. Lima tem proposta do Figueirense e manifestou o desejo de deixar o Joinville após o Campeonato Catarinense. O contrato do atleta com o JEC termina apenas em 15 de dezembro. Portanto, a transferência só ocorrerá com o depósito da multa rescisória. Apesar da situação incômoda, Martinelli fez questão de elogiar a valorizar a importância de Lima no Joinville. “Os últimos jogos tem mostrado como ele faz falta. O Joinville é outro time sem o Lima”, concluiu o diretor.

Queixas

     Leitor Cristian Octavio Contreras Montero procura a coluna para divulgar seu descontentamento com a falta de camisas do Joinville nas lojas oficiais do clube, as Tocas do Coelho da Arena e shopping Mueller. Sócio há nove anos, Cristian diz que tenta comprar uma camisa, mas não conseguiu adquirir o produto nos últimos 14 dias. Segundo ele, até os vendedores “piratas” são mais eficientes na entrega dos produtos. Na semana passada, o diretor de marketing Fernando Mattos e o superintendente Osni Fontan garantiram que o fornecedor está com novo maquinário, logo a qualidade e a quantidade de camisas será ajustada nas próximas semanas. Vamos aguardar pela promessa.

Dia de decisão

 

Rogerio da Silva/ND

Pivô Tiagão se destacou nas últimas partidas do Joinville no playoff

 

       Hoje, a partir das 21h, o Basquete de Joinville decide seu futuro no NBB (Novo Basquete Brasil) diante do Limeira-SP, no Centreventos Cau Hansen. A série está empatada e os comandados de José Neto precisam vencer para avançar à próxima fase. Em caso de derrota, o time estará eliminado. Confesso que no início da temporada não imaginava ver a equipe do Joinville tão perto das quartas de final. Mas José Neto e a comissão técnica conseguiram conduzir um belo trabalho, especialmente no returno, após a chegada de Kojo Mensah e Rashad Bishop, contratações que também tiveram o dedo do treinador joinvilense. Se avançar hoje, o Joinville supera a minha expectativa e até de boa parte da cidade. Tem time potencial para conseguir a vaga, sobretudo se repetir o bom jogo coletivo das partidas de terça e quinta-feira passada. Por este motivo, jogadores como Luiz Felipe, André, Audrei, Shilton, Tiagão, Kojo e Bishop serão fundamentais para a definição da classificação. Se estiverem num bom dia, o Joinville avança.

– Equipe do Araquari futsal faz campanha com 100% de aproveitamento nesta largada da Primeira Divisão do Catarinense adulto. Na semana passada, derrotou o Seara, por 3 a 2, em Araquari, em sua estreia na competição. No sábado, outra vitória, desta vez por 7 a 0 diante do Iraceminha, no Oeste. Neto (dois), Rafael Carioca, Coxinha, Jader e Clayton marcaram os gols.

– Falando em futsal, a equipe sub-20 da Krona estreou com derrota no Estadual da categoria. Sábado, os garotos foram a Itajaí e perderam para Tipso/Fmel/Aspmi por 3 a 1. O time volta à quadra no dia 4 de maio, em Florianópolis, contra o Colegial.

– Correção: ontem o colunista trocou tudo ao comentar o lance de pênalti a favor do Figueirense. Na verdade, foi Pedro Paulo quem derrubou Coutinho e não Linno em Niell, conforme fora publicado.

– Primeira etapa do Estadual de Punhobol, disputada em Timbó, no sábado, teve bom desempenho da ACE/Felej que venceu os quatro jogos – Timbó, Criciúma, Itapema e São Bento B.