Conteúdo por Gazeta Esportiva

Luan diz que não fez pênalti, desabafa e crava: “Fomos prejudicados”

Luan desabafou sobre a marcação do segundo pênalti (Foto: Cesar Greco/SEP)

Autor do segundo pênalti para o Bahia, Luan disse que analisou o lance no vestiário após o empate e afirmou que não cometeu a infração. Na oportunidade, o zagueiro do Palmeiras tentou bloquear Arthur Caike e acabou acertando o rival de forma faltosa, segundo o árbitro.

“Eu revi o lance. Tenho a certeza de que não fiz o pênalti. Vi milhares de comentários de que não fiz o pênalti. Se uma coisa que veio para ajudar, acaba prejudicando um trabalho… Não são só 11 que estão ali jogando, que se beneficiam quando o Palmeiras ganha. A gente tem uma família por trás, tem funcionários do clube que dependem da gente. Hoje eu posso falar com certeza que fomos prejudicados com um erro da tecnologia que veio para ajudar”, disse.

Principal nome do Verdão na partida ao marcar dois gols, Dudu reforçou a reclamação do companheiro. “Infelizmente, não pode mais tocar em jogador nenhum nem na nossa área nem na área do adversário que às vezes o VAR trabalha mais que o juiz dentro de campo”, disse.

“Interfere demais no jogo, deixa torcida brava, jogador bravo. Eles têm que deixar a decisão ser mais do árbitro, não ficar revendo todos os lances. Agora é deixar para a diretoria reclamar o que tiver para reclamar”, completou.

De qualquer modo, Palmeiras continua sem vencer no Campeonato Brasileiro após a pausa da Copa América, mas diminui a vantagem do líder Santos para três pontos. Na próxima rodada, o Verdão viaja até Porto Alegre para encarar o Grêmio, na Arena, no sábado, às 21h (de Brasília).

Mais Esportes