Conteúdo por Gazeta Esportiva

Lucas lamenta ficar de fora da Seleção, mas afirma: “Sou muito pé no chão”

Atualizado

Lucas não foi convocado para a Seleção (Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)

Com 47 jogos e 15 gols no ano, Lucas Moura teve uma grande temporada vestindo a camisa do Tottenham. O jogador foi um dos principais nomes da equipe finalista da Liga dos Campeões e quarta colocada no Campeonato Inglês. Apesar disso, ficou de fora da lista de convocados do técnico Tite para a disputa da Copa América.

Em entrevista em evento da Adidas, o ex-São Paulo admitiu tristeza com o fato, mas garantiu estar focado para conquistar seu espaço na Seleção no futuro.

“Eu estava na expectativa como em todas as convocações, mas é claro que nessa um pouco mais pela temporada que eu fiz. Mas eu sou muito pé no chão, sei que a convocação pode vir ou não. Não fiquei frustrado ou decepcionado, porém fiquei triste. Contudo sou muito tranquilo, olho para frente. Vão ter outras oportunidades e com certeza vou lutar para fazer parte nas próximas convocações”, disse o meia-atacante.

“A questão de merecimento é muito relativa. Eu acho que merecia pela temporada que fiz, mas como falei, cada um tem uma visão diferente sobre merecimento”, completou.

Por fim, o atleta falou sobre o amadurecimento que teve nos últimos anos. Após sair do São Paulo em 2013, Lucas ficou por cinco temporadas no Paris Saint-Germain até acertar com o Tottenham, no meio de 2018.

“Foram cinco anos que eu passei no PSG, onde conquistei muitas coisas, onde cresci bastante e aprendi muito. Cheguei no Tottenham mais maduro, mais completo, em uma liga muito competitiva. Aprendi e cresci muito lá dentro, ainda estou crescendo e eu sempre acreditei no meu talento, no meu potencial”, concluiu Lucas Moura.

*Especial para a Gazeta Esportiva

Copa América