Conteúdo por Gazeta Esportiva

Malcom é alvo de racismo em sua estreia pelo Zenit

Malcom estreou bem pelo time russo (Foto: Reprodução/Twitter)

Na última sexta-feira, o Zenit anunciou a contratação do atacante Malcom. Ex-Barcelona e Corinthians, o jogador foi a contratação mais cara da história do clube. Neste sábado, o atleta estreou no empate por 1 a 1 contra o Krasnodar. No entanto, protestos racistas estragaram o clima de festividade.

Um grupo de torcedores radicais da equipe de São Petersburgo utilizou uma faixa para ironizar: “Obrigado à direção por respeitar nossas tradições”. A tradição de não contratar jogadores negros é motivo de repudio em todo o mundo.

Depois do confronto, o Zenit postou uma entrevista com o ponta no seu Twitter oficial. O brasileiro evitou comentar a respeito do episódio. “Foi um jogo difícil, o Krasnodar é um dos melhores times do campeonato. Temos que treinar durante a semana, trabalhar nos nossos erros e jogar melhor. É difícil entender o idioma, mas meus companheiros são muito receptivos. Estão fazendo de tudo para eu me adaptar bem aqui”, explicou.

Futebol