Conteúdo por Gazeta Esportiva

Manaus pega Jacuipense de olho na decisão da Série D do Brasileirão

Ituano tem boa vantagem para a segunda partida contra o Brusque (Foto: Miguel Schincariol/Ituano)

No domingo, na outra semifinal, Brusque e Ituano se enfrentam neste domingo, às 16h, no estádio Augusto Bauer, em Brusque. No jogo de ida, o Ituano venceu por 2 a 0. Para garantir a vaga, o quadricolor de Santa Catarina precisa derrotar o time paulista por três gols de diferença. O Ituano pode perder até por um gol de diferença para se garantir na decisão e a vitória do Brusque por dois gols de diferença vai levar a decisão para a disputa de pênaltis.

O Brusque confia no retrospecto para seguir sonhando com a vaga. O time catarinense venceu todos os seis jogos que disputou em casa pelo campeonato da Série D, marcando 19 gols e sofrendo apenas três. Nas conversas com o grupo, durante a semana, o técnico Vaguinho Dias tem tentado mostrar a força da equipe nos jogos em que teve o mando de campo. O treinador acredita que a torcida do Brusque vai lotar o estádio para empurrar o time, como tem feito nas decisões anteriores.

No Ituano, o técnico Vinicius Bergantim afirmou que a vantagem de dois gols alcançada no jogo de ida não é suficiente para que a equipe paulista já se considere classificada para a fase final do torneio. Para Bergantim, o Ituano tem que manter a concentração durante os 90 minutos para sair de Santa Catarina com a vaga.

O Ituano terá um desfalque importante para a decisão. O atacante Gui Mendes, um dos artilheiros da Série D, com oito gols, sofreu uma entorse no joelho direito durante o treinamento e vai ficar um mês fora das atividades. Angelotti será o substituto.

Futebol