Conteúdo por Gazeta Esportiva

Mancini explica mudanças no Galo e convoca torcida para luta contra o Z4

Atualizado

Após o empate em 2 a 2 contra o Fortaleza, no Castelão, o treinador do Atlético-MG, Vagner Mancini, explicou as mudanças na equipe titular. Em relação à derrota para a Chape, foram cinco novos atletas na escalação deste sábado.

“A ideia era dar uma cara nova. Os atletas vem jogando ao longo da temporada. Você perde um jogo para a Chapecoense em casa e vem um banho em todo mundo. Quem comanda tem que olhar essa situação e ser confiante e consciente nas mudanças. Achei que era o momento de dar o gás novo. Oportunidade de ver atletas que ainda não havia utilizado”, comentou.

Mancini promoveu cinco alterações para encarar o Fortaleza (Foto: Bruno Cantini/CAM)

O empate não tranquiliza a equipe em relação à briga contra o rebaixamento, mas o resultado poderia ser pior. Isso porque o Galo perdia até os 40 minutos da segunda etapa, quando Fábio Santos igualou a partida.

A equipe volta a campo já na quarta-feira, às 19h30, contra o Goiás no Independência. Mancini voltou a convocar e pedir o apoio da torcida atleticana para a dura sequência do Galo.

“Estou há 20 dias no clube, mas sei que essa é a cara do Atlético. Um time que sofre, as conquistas são sofridas. Você tem que pegar isso e vestir essa camisa, para que você tenha o DNA do clube. A partir do momento em que o torcedor joga contra a gente, ele nos distancia disso. Por isso que em todas as entrevistas peço ao torcedor que vá, que incentive e, se ao término do jogo ele não gostou, pode vaiar. Mas ele é muito importante para a gente, porque jogando com o DNA do Atlético, a gente precisa do torcedor. Ele acaba completando as dificuldades que encontramos em campo”, finalizou.

Futebol